ASSINE

Coronavírus: 298 pessoas estão internadas em leitos de UTI no ES

A Região Metropolitana do Estado concentra o maior número de pacientes internados em estado grave, com 213, segundo a Sesa

Publicado em 07/10/2020 às 21h33
Atualizado em 08/10/2020 às 13h58
Novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com respirador no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra.
Novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com respirador no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. . Crédito: Reprodução/TV

O Espírito Santo possui 298 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) por conta do novo coronavírus. Os dados foram divulgados através do Painel Covid-19, ferramenta da Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), atualizado diariamente com as informações do avanço da pandemia no Estado. 

A atualização desta quarta-feira (7) indicou que a maior parte dos pacientes internados está na Região Metropolitana do Estado; são 213 pessoas ainda nas UTIs dos hospitais. Em seguida, estão as regiões Sul (38), Central (24) e Norte (23). No total, o Espírito Santo possui 436 leitos de UTI para pacientes diagnosticados com a Covid-19.

O boletim da Sesa informou também que apenas dois hospitais em todo o Estado estão com todos os leitos de UTI ocupados. A Santa Casa de Misericórdia de Vitória, na Região Metropolitana, e a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul, não possuem mais vagas.

MUDANÇAS NA MATRIZ DE RISCO

 Para evitar uma nova onda de contaminação pelo coronavírus no Espírito Santo e, consequentemente, manter os índices de ocupação de leitos de UTI controlados no Estado, o secretário de Saúde, Nésio Fernandes, anunciou na última segunda-feira (5) que o governo irá promover alterações na Matriz de Risco. Restrições mais duras, maior exigência de disciplina e respeito aos protocolos são algumas das exigências que fazem parte das medidas que estão sendo preparadas.

"Estamos preparando um conjunto de atualizações na nossa matriz de risco que irão rever também as medidas qualificadas para risco moderado e risco alto. Nós entendemos que ter alcançado o risco baixo na ampla maioria dos municípios foi uma conquista da estratégia capixaba de resistência e combate ao coronavírus e pela preservação da vida”, disse.

TAXA DE TRANSMISSÃO ACIMA DE 1 NA GRANDE VITÓRIA

Além disso, a Grande Vitória, que está inserida na Região Metropolitana do Estado na divisão feita pela Sesa - e que possui o maior número de pacientes internado por conta da Covid-19 - voltou a registrar o índice de transmissão do coronavírus acima de 1.

Os dados do Núcleo Interinstitucional de Estudos Epidemiológicos (NIEE) apontam que o indicador chegou a 1.07 em 18 de setembro, demonstrando uma tendência de crescimento que já vinha sendo registrada nas semanas anteriores. O dado mais recente revela que um grupo de 100 infectados com a Covid-19 transmite a doença para 107 pessoas.

OS NÚMEROS NO ES

Desde o início da pandemia, o Espírito Santo já registrou 3.617 mortes e 136.590 casos de Covid-19 e, segundo a Sesa, nas últimas 24 horas, foram registrados 740 novos casos e 13 óbitos. 

Ao todo, 125.803 pessoas conseguiram vencer a batalha contra o coronavírus. A taxa de letalidade no Estado é de 2,6% e, até agora, 411.789 testes para detectar a doença já foram realizados em todo o Estado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.