ASSINE

Cidade do ES anuncia abono de mais de R$ 15 mil para professores

Prefeitura divulgou nesta sexta-feira (15) que benefício será concedido para todos os professores da rede municipal, incluindo os que não são efetivos

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 15/10/2021 às 20h11
Professor  - aula - quadro - giz
Sala de aula. Crédito: Freepik

Neste 15 de outubro, quando é comemorado o Dia do Professor, um município do Espírito Santo anunciou um benefício para a categoria. A Prefeitura de Ibatiba divulgou nesta sexta-feira que a cidade vai pagar um abono salarial para todos os professores da rede municipal de ensino. 

A novidade foi anunciada em publicação feita nas redes sociais pelo prefeito Luciano Salgado, mais conhecido como Luciano Pingo. O valor, segundo a publicação, poderá ultrapassar R$ 15 mil para cada profissional. Serão beneficiados professores efetivos e contratados.

Luciano afirmou que esse será o maior abono salarial da história do magistério de Ibatiba e, talvez, do Espírito Santo. “Nossa meta é reconhecer os educadores e valorizá-los”, divulgou o prefeito em suas redes sociais.

De acordo com o município, os recursos são provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e os valores ainda estão sendo finalizados.

O abono salarial será pago para todos os professores, mas proporcional ao tempo trabalhado, no caso dos temporários. Já os efetivos vão receber o valor integral, porque estão nos quadros do município há muitos anos.

A decisão foi tomada após uma reunião realizada com diretores e coordenadores da rede municipal de ensino, realizada esta semana. Ainda segundo Luciano Pingo, o município vai pagar o Piso Nacional do Magistério 2021 para os educadores da rede municipal de ensino.

Município de Ibatiba, na Região do Caparaó
Vista do município de Ibatiba, na Região do Caparaó . Crédito: Divulgação/PMI

A prefeitura justificou as medidas serão possíveis uma vez que o Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) autorizou o aumento de despesas na educação, visando cumprir a nova lei do Fundeb, desde que não ultrapasse os 54% com gastos de pessoal. “Nenhum professor de Ibatiba vai receber menos que o piso nacional”, afirmou o prefeito.

Ibatiba possui 132 professores efetivos e 117 profissionais em Designação Temporária (DT). A expectativa do chefe do executivo é pagar o benefício até o dia 30 de dezembro deste ano.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.