ASSINE

Chuvas fortes deixam mais de 700 pessoas fora de casa no ES

O Estado tem 712 desalojados e 60 desabrigados. A situação mais crítica é na região Sul, que registrou um volume maior de chuva

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 22/02/2021 às 07h28
Atualizado em 22/02/2021 às 07h28
Em Ibitirama, Apiacá e Bom Jesus do Norte, choveu mais de 100.00mm nas últimas 24 horas
Municípios da região estão alerta para alagamentos e outros efeitos da chuva. Crédito: Internauta

Mais de 700 pessoas tiveram que deixar suas casas por causa das chuvas fortes que atingiram o Espírito Santo nos últimos dias. O mais recente levantamento mostra que o Estado tem 712 desalojados e 60 desabrigados. A situação mais crítica é na região Sul, que registrou um volume maior de chuva.

Só a cidade de Bom Jesus do Norte acumula 650 desalojados e 28 desabrigados, que estão abrigados em duas escolas municipais. Alegre, Apiacá, Ibitirama, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Muniz Freire, Iúna e Serra também registram moradores fora de casa.

Nove cidades continuam com alerta para deslizamentos de terra. Ibitirama tem risco alto e outros oito municípios têm risco moderado: Bom Jesus do Norte, Apiacá, Guaçuí, Afonso Cláudio, Castelo, Ibatiba, Muqui e Pancas.

Moradores são resgatados de barco após alagamento em Apiacá
Moradores são resgatados de barco após alagamento em Apiacá. Crédito: Divulgação

NOVOS ALERTAS

A previsão é de chuvas entre 30 mm e 60 mm por hora ou até 100 mm por dia e ventos intensos que podem chegar a 100 km/h. Há ainda risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. O alerta é válido para quase todo o Estado, com exceção dos municípios do extremo Norte, na divisa com a Bahia, e tem duração até a manhã de segunda-feira (22).

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) também emitiu um alerta para as regiões Sul, Serrana e Grande Vitória para pancadas de chuva localmente fortes, por vezes intensas e de curta duração, acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de vento pontuais.

Chuva no ES alagamento chuva defesa civil

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.