ASSINE

Chuva no ES: 45 pessoas fora de casa e 8 cidades com risco de deslizamentos

Devido aos grandes acumulados de chuva, oito cidades foram classificadas com risco moderado para deslizamento de terra. Em outros quatro municípios existe o risco alto para alagamentos

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 13/02/2022 às 12h55
Rio Doce, em Linhares, atingiu 3,10 metros nesta quarta (5)
Linhares: Rio Doce subiu e 28 pessoas ficaram desabrigadas. Crédito: Secom/Felipe Tozatto

As chuvas que vêm atingindo o Espírito Santo deixaram, até as 11h deste domingo (13), 45 pessoas fora de casa. São 28 desabrigados e 17 desalojados no Estado. Devido aos grandes acumulados de água, oito cidades foram classificadas com risco moderado para a possibilidade de deslizamento de terra, segundo boletim da Defesa Civil. Em outros quatro municípios existe o risco alto para alagamentos.

Segundo a Defesa Civil Estadual, as 17 pessoas desalojadas, ou seja, que estão na casa de parentes, são de três cidades diferentes: Colatina (9), João Neiva (5) e Muniz Freire (3). O número de desabrigados, ou seja, de pessoas que precisaram ir para abrigos públicos, é de 28, todos de Linhares, onde o Rio Doce ultrapassou a cota de inundação. Segundo a Prefeitura de Linhares, as pessoas que perderam suas casas foram acolhidas no Ginásio Poliesportivo do bairro Conceição. 

No município, o Rio Doce ultrapassou a cota de inundação de 3,45 metros e estava em 4,80 metros na manhã deste domingo (13) — 20 cm abaixo do esperado para o dia, mas ainda com o nível muito elevado.

Prefeitura de Linhares informou à reportagem que os acolhidos estão recebendo atendimento em saúde e psicológico das equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social, além de alimentação e produtos de higiene pessoal. Eles também estão sendo testados para Covid-19, neste domingo, pela Secretaria Municipal de Saúde.

RISCO DE ALAGAMENTOS E DESLIZAMENTOS

Devido às fortes chuvas, oito cidades foram classificadas com o risco moderado para deslizamentos de terra pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). São elas:

  1. Apiacá
  2. Guaçuí
  3. Ibatima
  4. Ibitirama
  5. Iúna
  6. Santa Maria de Jetibá
  7. João Neiva
  8. São Mateus

Outras quatro estão classificadas com risco alto para a possibilidade de alagamentos e demais riscos hidrológicos:

  1. Linhares
  2. Colatina
  3. Baixo Guandu
  4. Bom Jesus do Norte

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.