ASSINE

Carreta-tanque tomba e diesel vaza para rio na BR 262, em Marechal

Equipes do Corpo de Bombeiros conseguiram conter o vazamento do veículo que transportava, no total, 45 mil litros do combustível

Publicado em 06/07/2021 às 08h05
Atualizado em 06/07/2021 às 16h51
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Crédito: Vitor Jubini

Uma carreta de transporte de combustíveis tombou no quilômetro 64 da BR 262, na altura do município de Marechal Floriano, na Região Serrana do Espírito Santo. O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (6). O veículo transportava diesel e, com o tombamento, cerca de 17 mil litros do combustível vazaram para um rio ao lado da rodovia. O trecho ficou totalmente interditado por cerca de duas horas para o atendimento da ocorrência. Por volta de 10h20, o trânsito foi liberado em sistema pare e siga. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, equipes que chegaram ao local para atendimento conseguiram conter o vazamento. No total, a carreta transportava 45 mil litros de diesel. O motorista do veículo teve ferimentos no rosto e foi socorrido pelo Samu. Equipes da Polícia Rodoviária Federal também estão no local.

A tenente Andresa, do Corpo de Bombeiros, explicou como os militares conseguiram fazer a contenção do diesel e evitar que mais óleo fosse vazado para o rio. "Eles conseguiram conter parte do vazamento através de uma piscina improvisada, com 4 metros de área superficial e 25 centímetros de profundidade. Mas cerca de 17 mil litros atingiram uma canaleta e, posteriormente, um riacho. A empresa responsável pelo transporte foi acionada, assim como o Iema, que fará uma avaliação sobre os danos ambientais e checará se haverá prejuízo no abastecimento de água na região", destacou. 

Carreta tomba e vaza diesel para rio na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta tomba e vaza diesel para rio na BR 262 em Marechal Floriano. Crédito: Internauta

Sobre o vazamento de óleo, o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA) informou que uma equipe foi para o local do acidente na manhã desta terça-feira (6) e que, após análise preliminar, foi constatado que o combustível vazado não havia atingido o braço sul do Rio Jucu até o final da tarde.

"O trecho do acidente fica mais afastado do rio e a drenagem percorre uma baixada com vegetação densa, o que favoreceu a retenção do óleo combustível na cobertura vegetal e no solo na margem da via. Os fiscais do Iema lavraram um auto de intimação para a empresa responsável fazer as contenções, remoção e destinação final dos resíduos", afirmou em nota enviada às 16h30.

O Iema cedeu também dois lances de barreiras para agentes da Cesan fazerem, preventivamente, contenções no ponto de captação de água em Marechal Floriano a fim de garantir o abastecimento.

Local do acidente onde uma carreta de transporte de combustíveis tombou
Local do acidente onde uma carreta de transporte de combustíveis tombou . Crédito: Isa Pereira | Editoria de Arte

A Polícia Rodoviária Federal interditou o trânsito na via por cerca de duas horas. Às 10h20, o fluxo foi liberado no sistema pare e siga. Pelo tempo de interdição, um longo congestionamento se formou na BR 262. 

Interdição após tombamento de carreta forma longo congestionamento na BR 262

CESAN AFIRMA QUE ABASTECIMENTO PODE SER AFETADO

Procurada pela reportagem, a Cesan informou que o vazamento do diesel no rio próximo ao local do acidente pode afetar o abastecimento das cidades de Marechal Floriano, Domingos Martins e a Região Metropolitana da Grande Vitória. Segundo a empresa, o óleo foi em direção ao Rio Jucu, onde a Companhia faz a captação de água. As operações podem ser paralisadas em até 72 horas.

"Equipes técnicas da Cesan estão atuando no controle de qualidade da água, a produção neste momento está em sua capacidade máxima, visando manter os reservatórios abastecidos com a água não afetada. Entretanto, acidentes ambientais desse porte afetam drasticamente a qualidade da água, o que pode levar à paralisação das operações da empresa em até 72 horas", informou.

Em nota enviada às 16h15, a Cesan informou que o diesel ficou retido na vegetação e, até o momento, não atingiu o braço sul do Rio Jucu, o que reduz o risco de impacto na captação de água. "A produção está garantida, os reservatórios estão cheios e o fornecimento de água está acontecendo normalmente. As equipes continuam no local monitorando a qualidade da água e fazendo o controle do tratamento", garantiu.

Carreta tomba e vaza diesel para rio na BR 262 em Marechal Floriano

Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano. Vitor Jubini
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano
Carreta-tanque tombada na BR 262 em Marechal Floriano

Atualização

6 de Julho de 2021 às 16:50

Iema e Cesan deram novas informações sobre o monitoramento na região. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.