Bombeiros combatem focos de incêndio em municípios do Sul e do Caparaó

Queda de fio da rede elétrica provocou um incêndio no interior de Castelo. Em Ibitirama, fogo atingiu duas plantações de eucalipto

Publicado em 19/09/2020 às 18h41
Atualizado em 19/09/2020 às 18h52
Incêndio em Limoeiro, comunidade do interior de Castelo, foi controlado com abafadores pelos militares. Crédito: Divulgação/ Bombeiros
Incêndio em Limoeiro, comunidade do interior de Castelo, foi controlado com abafadores pelos militares. Crédito: Divulgação/ Bombeiros

Três queimadas em vegetação foram registradas pelo Corpo de Bombeiros entre esta sexta-feira (18) e o sábado (19). Uma delas aconteceu em Castelo, no Sul do Espírito Santo, e chegou próximo a residências. Os outros focos de incêndio foram combatidos em Ibitirama, na região do Caparaó.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio em Limoeiro, comunidade do interior de Castelo, aconteceu às 19h30. O fogo se alastrou por um morro, chegando próximo à mata nativa e a uma plantação de café. Com enxadas e abafadores, os militares impediram que as chamas alcançassem as casas da região.

O incêndio começou após a queda de um fio de alta tensão, o que provocou um curto-circuito. Além dos bombeiros, uma equipe da EDP também foi acionada para restabelecer a energia elétrica na comunidade. 

IBITIRAMA

Em Ibitirama, na localidade conhecida como São Francisco, o fogo atingiu uma plantação de eucaliptos. Os bombeiros foram acionados na tarde de sexta e terminaram o combate por volta das 22h.

Fogo na localidade conhecida como São Francisco: chamas consumiram parte da vegetação. Crédito: Divulgação/ Bombeiros
Fogo na localidade conhecida como São Francisco: chamas consumiram parte da vegetação. Crédito: Divulgação/ Bombeiros

Porém, na manhã deste sábado, novos focos apareceram, em outra comunidade rural. Em Pratinha, o incêndio também atingiu uma plantação de eucaliptos e seguiu para uma matinha da propriedade particular. O fogo foi controlado antes de atingir uma área de preservação.

Em Pratinha, o incêndio também atingiu uma plantação de eucaliptos. Crédito: Divulgação/ Bombeiros
Em Pratinha, o incêndio também atingiu uma plantação de eucaliptos. Crédito: Divulgação/ Bombeiros
Castelo Ibitirama caparao castelo Incêndio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.