> >
Bairros de Vitória enfrentam falta de gás encanado; entenda o problema

Bairros de Vitória enfrentam falta de gás encanado; entenda o problema

Pelo menos quatro localidades da Capital capixaba foram afetadas entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira (8)

Publicado em 8 de abril de 2024 às 09:27- Atualizado há 2 meses

Ícone - Tempo de Leitura 3min de leitura
João Barbosa
Repórter / [email protected]

Um vazamento na tubulação de gás natural na Avenida Dante Michelini, em Vitória, está deixando cerca de 13 mil moradores da Capital sem ter como cozinhar. O problema afeta Bairro República, Jardim da Penha, Mata da Praia e Goiabeiras na manhã desta segunda-feira (8). O desabastecimento aconteceu após uma obra de instalação de fibra ótica de uma empresa de telefonia perfurar um duto. A informação foi confirmada pela ES Gás, responsável pela distribuição.

Por meio das redes sociais, moradores dos bairros afetados reclamaram da situação: “E meu prédio que está sem gás, não pode nem tomar um cafezinho em paz”, escreveu uma internauta. “Acho que é Vitória toda [sem gás]”, comentou outra no X, antigo Twitter.

Segundo a ES Gás, empresa responsável pelo abastecimento, a situação não afeta toda a cidade. Por meio de nota, a companhia informou que o fornecimento de gás foi interrompido temporariamente para reparo na rede e garantia de segurança da população.

A companhia esclareceu que o problema na tubulação da Dante Michelini foi identificado ainda na noite de domingo (7), durante a implantação de uma rede de fibra óptica por uma empresa de telefonia.

Bairros de Vitória enfrentam falta de gás encanado; entenda o problema

“A Companhia esclarece que na noite deste domingo (7/4) a tubulação localizada na Av. Dante Michelini sofreu avaria durante a implantação de rede de fibra óptica por uma empresa de telefonia. Imediatamente, foram acionados o Corpo de Bombeiros, a companhia de distribuição de energia elétrica e a Companhia de Engenharia de Tráfego de Vitória. O vazamento foi contido prontamente no local e as atividades de reparo na rede danificada já foram iniciadas de modo que o reestabelecimento do fornecimento será feito de forma gradativa por questões de segurança, com previsão de normalização até as 15h de amanhã (terça-feira, dia 9). A empresa triplicou as equipes em campo e está mobilizada para atuar até o total restabelecimento”, completou a ES Gás.

Em nova nota, divulgada à noite, a ES Gás disse que a empresa de telefonia não havia feito contato com a companhia para a realização das obras de instalação de uma rede de fibra ótica na Avenida Dante Michelini.

Para orientar os clientes, a ES Gás frisa que não utiliza grupos de aplicativos de mensagens e, sobre este caso em Vitória, o site da companhia exibe todas as informações atualizadas na página principal. A empresa pontua ainda que, em cumprimento a uma das etapas obrigatórias de segurança do processo de restabelecimento do fornecimento de gás, o time de campo da distribuidora, devidamente identificado, está realizando o fechamento das válvulas de calçada de todos os clientes afetados. O procedimento, segundo a companhia, é necessário para o reestabelecimento seguro do fornecimento.

A Prefeitura de Vitória foi questionada sobre o assunto e, segundo a assessoria de imprensa, o caso está em apuração.

Avenida Dante Michelini recebeu sinalização
Avenida Dante Michelini: rede com vazamento de gás na via causa transtorno. (Fernando Madeira)
Errata Atualização
8 de abril de 2024 às 20:49

Este texto foi atualizado com nova nota enviada pela ES Gás e com posicionamento da Prefeitura de Vitória.

Este vídeo pode te interessar

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Tags:

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais