Área de prédio que ameaça cair é evacuada e 130 pessoas estão fora de casa

Pilares de edifício em Vila Velha tiveram a estrutura comprometida durante a madrugada deste domingo (24); escoramento foi feito pela Defesa Civil

Vitória
Publicado em 24/01/2021 às 21h34
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
De acordo com a Defesa Civil de Vila Velha, dois pilares ficaram comprometidos. Crédito: Fernando Madeira

Aproximadamente 130 moradores tiveram que deixar suas casas após um prédio, localizado no bairro Nova Itaparica, Vila Velha, ameaçar desabar, durante a madrugada deste domingo (24). Os imóveis estão na área que foi isolada e evacuada por segurança, de 40 metros em torno do edifício.

No local desde o ocorrido, a Defesa Civil municipal ainda faz o trabalho para que não haja ninguém no perímetro. "Não sabemos a quantidade de pessoas que faltam sair. Estamos indo de casa em casa para orientá-las a não ficarem e nem entrarem para pegar coisa alguma", afirmou Afonso Belenda, coordenador adjunto do órgão.

Afonso Belenda

Coordenador adjunto da Defesa Civil de Vila Velha

"Não conseguimos precisar se pode ou não desabar. A evacuação é por precaução. O prédio pode descer de uma vez. Não podemos correr esse risco"

Na tarde deste domingo (24), engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) fizeram a vistoria preliminar e constataram que dois pilares de sustentação do prédio sofreram esmagamento. Ou seja, colapsaram e colocam toda a edificação em risco.

"A partir dessa manifestação patológica, é possível que haja desabamento", admitiu o engenheiro Giuliano Battisti. "Nesse momento, ainda é cedo para dizer por que isso aconteceu. Precisamos analisar o projeto e todo o contexto", completou, dizendo que o laudo técnico que apontará as causas deve sair em 15 dias.

Por enquanto, cerca de 30 escoras dão apoio essencial à estrutura do edifício – quantidade que deve ser dobrada na manhã desta segunda-feira (25). Com o reforço, a expectativa é que o prédio fique totalmente seguro e estável. Dessa forma, os reparos necessários poderão ser feitos pela empresa responsável.

Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha

Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Edifício que corre risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Engenheiros do Crea fazem avaliação em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Engenheiros do Crea fazem avaliação em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Defesa Civil fez vistoria em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Engenheiros do Crea fazem avaliação em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Defesa Civil fez vistoria em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Defesa Civil fez vistoria em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Defesa Civil fez vistoria em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Engenheiros do Crea fazem avaliação em edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Thiago Costa, 34, vendedor, e a esposa Tatiana estavam em casa com o bebezinho de 6 meses. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Edifício corre risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha. Fernando Madeira
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha
Moradores desocupam edifício que está correndo risco de desmoronamento em Vila Velha

Como na Avenida Anders, onde fica o Edifício Residencial Santos, passam três estações de energia de alta tensão, o município também fez contato com a EDP para um eventual isolamento das linhas de transmissão. Caso seja necessário, três bairros podem ter o fornecimento de energia afetado.

DESESPERO NO INÍCIO DA MADRUGADA

Era por volta da meia-noite deste domingo (24) quando moradores do prédio ouviram um grande estrondo, acompanhado de uma movimentação do edifício para baixo. O vendedor Thiago Costa, de 34 anos, tinha acabado de colocar o filho de seis meses para dormir. Ele era o único acordado no apartamento.

"Quando eu botei o pé na sala, eu ouvi um barulho muito forte, como se fosse um caminhão batendo em algum lugar. No mesmo momento, eu senti como se estivesse dentro de um elevador descendo. Eu chegue até a abrir os braços", lembrou ele, que conseguiu sair só com alguns pertences do local.

Poucos instantes depois, dezenas de moradores já estavam desesperados pelos corredores e escadas do prédio. Um vídeo mostra essas pessoas aguardando na rua, sem saber o que estava acontecendo, mas já cientes de que dois pilares que dão sustentação ao prédio estavam danificados.

De acordo com a advogada Caroline Cucco, da Santos Construtora,  responsável pelo edifício, a empresa está tomando as medidas cabíveis. "Os moradores do local foram realocados em hotéis, onde está sendo oferecida alimentação", garantiu. Sobre a estrutura, ela informou que está "aguardando o laudo definitivo".

Vila Velha Vila Velha defesa civil

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.