ASSINE

Após seis meses, Grande Vitória volta a ter cidades no risco moderado

No início de julho do ano passado, Guarapari aparecia em amarelo no mapa do Estado. Vila Velha e Serra voltaram para classificação nesta sexta-feira (21)

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 21/01/2022 às 19h38
Vista aérea de Vitória e Vila Velha
Vila Velha é uma das cidades da Grande Vitória que voltou para o risco moderado. Crédito: Luciney Araújo

Grande Vitória voltou a ter municípios classificados no risco moderado para a transmissão do coronavírus. De acordo com o mapa divulgado pelo governo do Estado nesta sexta-feira (21), Serra e Vila Velha saíram da cor verde (risco baixo) e passaram para a amarela – indicando um agravamento da pandemia.

Conforme levantamento feito por A Gazeta, isso não acontecia desde o início de julho do ano passado. Na ocasião, o 62º mapa de risco, que vigorou entre os dias 5 e 11 daquele mês, trazia a cidade de Guarapari no risco moderado para a transmissão da Covid-19. Desde então, apenas cidades do interior capixaba estiveram na classificação intermediária.

Renato Casagrande

Governador do Espírito Santo, em pronunciamento nesta sexta-feira (21)

"Esse avanço do risco moderado acontece, principalmente, quando os óbitos crescem. Então, houve um aumento das mortes por Covid-19 em Vila Velha e Serra"

Além de Vila Velha e Serra, outros três municípios capixabas apresentaram piora e foram o risco moderado: SooretamaMantenópolis e Alto Rio Novo – todos na Região Norte do Estado. A nova classificação vai valer entre a próxima segunda-feira (24) e o domingo seguinte, dia 30 de janeiro.

Este vídeo pode te interessar

Atualmente, o Espírito Santo segue sob o 90º mapa de risco, o terceiro seguido com todo o território verde. Ou seja, desde o dia 3 de janeiro, nenhuma cidade aparecia no risco moderado. A última a ocupar esse nível foi Alto Rio Novo, entre os dias 27 de dezembro de 2021 e 2 de janeiro deste ano.

MAPA DE RISCO: VEJA A MUDANÇA

Covid-19
À esquerda, o mapa que está em vigor até o domingo (23); à direita, o 91º que vigorará a partir da segunda-feira (24). Crédito: Sesa

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.