ASSINE

Agência da Caixa fechada gera protesto em Vila Velha

Muitas pessoas foram à unidade localizada na Glória e se revoltaram com a situação, chegando a fechar a Avenida Carlos Lindenberg. A agência, porém, não estava na lista das unidades que abririam neste sábado

Publicado em 02/05/2020 às 11h35
Atualizado em 02/05/2020 às 17h37
Manifestantes fecharam a Avenida Lindenberg, na Glória, em Vila Velha porque a caixa nao abriu
Manifestantes fecharam a Avenida Carlos Lindenberg, na Glória, em Vila Velha, porque a Caixa não abriu. Crédito: Internauta

Manifestantes fecharam  a Avenida Carlos Lindenberg, na Glória, em Vila Velha, após se depararem com a agência da Caixa Econômica Federal  fechada na manhã deste sábado (2). Eles queriam receber o auxílio emergencial de R$ 600 disponibilizado pelo governo federal. 

Neste sábado, 13 agências no Espírito Santo abriram exclusivamente para atender quem precisava realizar o saque do benefício. Na lista que você encontra no site A Gazeta não consta a abertura da agência da Caixa situada na Glória, apenas as do Centro e de Normilia da Cunha, da região da Grande Terra Vermelha. 

Os manifestantes seguiram da Avenida Champagnat até a Avenida Carlos Lindenberg, queimaram lixo no meio da pista e impediram a passagem de veículos na via, que é um dos principais acessos ao Centro da cidade e também à Segunda Ponte. 

Ainda durante a manhã, viaturas da Guarda Municipal e da Polícia Militar foram ao local e conseguiram dispersar o grupo de manifestantes. O trânsito na região já foi liberado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.