ASSINE

7 destinos seguros para viajar em família no verão no Espírito Santo

Veja como montar um roteiro seguro para viagem dentro do Estado em meio à pandemia da Covid-19. Secretaria de Turismo reforça necessidade de rigor nos protocolos e lista estabelecimentos com Selo Turismo Responsável

Publicado em 10/01/2021 às 12h14
Atualizado em 13/01/2021 às 09h57
Imagem mostra o Balneário de Mucurici, no extremo Norte do Espírito Santo
Imagem mostra o Balneário de Mucurici, no extremo Norte do Espírito Santo. Crédito: Setur/Divulgação

Que ninguém pode promover aglomeração, festas clandestinas e encontros que não respeitam os protocolos de saúde em meio à pandemia da Covid-19 no Espírito Santo não é novidade. Mas dá, sim, para seguir alguns cuidados e curtir momentos de lazer em família no verão. Uma das dicas é observar o Mapa de Risco feito pelo Governo do ES e buscar destinos mais afastados dos points já tarimbados do verão para curtir viajando esta temporada do início de 2021.

No Estado, diversos estabelecimentos por todas as regiões adotaram as medidas de segurança sanitária recomendadas pelas autoridades e, por isso, ganharam o Selo Turismo Responsável. Com isso, o governo do Espírito Santo garante que quem possui a certificação está apto a receber turistas sem expô-los ao risco de contrair o coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), inclusive, todos esses locais que são considerados seguros podem ser consultados por meio de site (clique aqui). Apesar disso, a pasta recomenda o uso constante de máscara pelos turistas e visitantes de quaisquer espaços, além de que sejam evitadas aglomerações e adotadas medidas de higiene, como uso de álcool em gel e assepsia das mãos sempre que possível.

“Na escolha do destino, o turista também deve observar o Mapa de Risco e buscar hotéis, restaurantes e locais que cumpram os protocolos e tenham o Selo Turismo Responsável. Agências e guias de turismo especializados para visitar cachoeiras e fazer trilhas também estão listadas em cadastro da secretaria”, diz a Setur, em nota enviada à reportagem. (Para ver a lista de agências e guias clique aqui).

Com a chancela da secretaria, o Divirta-se selecionou, então, sete destinos capixabas que podem ser uma boa pedida para uns dias de relax na estação mais quente do ano. Confira!

1- BALNEÁRIO DE MUCURICI

No extremo Norte do Espírito Santo, o Balneário de Mucurici é o primeiro point recomendado pela Setur à reportagem. A 365 quilômetros de Vitória, o local possui espaço de lazer com calçadão para caminhadas, quadras esportivas, cabanas, playground para crianças, quiosques e lanchonetes que oferecem comidas da gastronomia local. O espaço é um dos mais recomendados para se visitar em família e, claro, tomando todos os cuidados contra o vírus.

Imagem mostra o Balneário de Mucurici, no extremo Norte do Espírito Santo
Imagem mostra o Balneário de Mucurici, no extremo Norte do Espírito Santo. Crédito: Setur/Divulgação

2- VALE DO EMPOÇADO

Localidade de Afonso Cláudio, conhecida como a Capital do Queijo, o Vale do Empoçado pode ser um destino para quem busca tranquilidade. A 136 quilômetros de Vitória, é um local muito visitado para quem é amante de trilhas, do agroturismo e um dos mais requisitados para observação de aves. O visitante que quiser ir ao local, deve se hospedar em Afonso Cláudio e buscar estabelecimentos da cidade para se apoiar. O Vale do Empoçado, propriamente dito, serve para um momento de lazer e é complementar à viagem.

3- CAPARAÓ

A região do Caparaó já foi tema de algumas reportagens de A Gazeta. O local não só é considerado um dos mais naturalistas do Estado como possui uma gama enorme de atrativos turísticos que podem ser visitados com segurança em meio à pandemia do coronavírus. Por lá, piscinas naturais, cachoeiras, gastronomia, criação de cafés especiais, passeios e até aluguel de quadriciclo viram chamarizes de visitantes, que podem desfrutar de tudo isso em dezenas de estalagens e hotéis que a cidade possui.

Pandemia deixa pousadas vazias no Caparaó capixaba
Imagem de restaurante no Caparaó em meio à pandemia do coronavírus no Estado. Crédito: TV Gazeta Sul

4- CINCO PONTÕES CAPIXABAS

Os Cinco Pontões capixabas, composto por série de trilhas, cachoeiras e práticas de esportes radicais, é a grande pedida para quem vai a Pancas. O local, a 190 quilômetros para o Norte considerando Vitória, também tem opções de trekking, enduros e rapel. Para curtir Pancas, cidade que abriga a atração, o visitante deve buscar um hotel certificado como seguro pelo selo do Ministério do Turismo na cidade e ser amante de adrenalina, que é a proposta das atividades que se desenvolvem na região.

Imagem mostra os Pontões capixabas de Pancas, no Norte do Espírito Santo
Imagem mostra os Pontões capixabas de Pancas, no Norte do Espírito Santo. Crédito: Descubra o Espírito Santo/Reprodução

5- PRAIA DA COSTA DOURADA

A Praia da Costa Dourada, em Conceição da Barra, já foi também visitada por A Gazeta. A 30 quilômetros de Itaúnas, é um ótimo destino para quem busca tranquilidade. Por ter uma extensão de areia bastante grande, pode acomodar dezenas de pessoas sem apresentar ameaça à contaminação pelo vírus. A praia também é cercada por falésias de quase 10 metros de altura, corais e riachos, além de vegetação de mangue, e possui algumas opções gastronômicas pelo entorno. A cidade também tem rede hoteleira apta para receber turistas.

Imagem mostra parte da Praia da Costa Dourada, que vai de Conceição da Barra (ES) a Bahia, passando por Itaúnas (ES). Foto aérea foi tirada na porção baiana do point turístico
Imagem mostra parte da Praia da Costa Dourada, que vai de Conceição da Barra (ES) a Bahia, passando por Itaúnas (ES). Foto aérea foi tirada na porção baiana do point turístico. Crédito: Manoá Eco Villa/Reprodução/Instagram @barracadoclaudio

6- RESERVAS NATURAIS

Linhares, no Norte do Espírito Santo, é um dos berços de reservas ecológicas do Estado. O município possui a Reserva Biológica de Comboios e a Reserva Biológica de Sooretama. Além desses atrativos, que são para quem quer relaxar, Linhares possui 69 lagoas e a Praia de Barra Seca, a única de nudismo do Espírito Santo. No município, também está localizada a Reserva Natural Vale, que, apesar de estar fechada desde março de 2020 em função da pandemia do coronavírus e sem previsão de reabertura, é a maior reserva particular de Mata Atlântica do Brasil.

Tartaruga marinha, da espécie oliva, na praia do projeto Tamar na Reserva Biológica de Comboios, Linhares
Tartaruga marinha, da espécie oliva, na praia do projeto Tamar na Reserva Biológica de Comboios, Linhares. Crédito: Gabriel Lordêllo

7- PARQUES ESTADUAIS

Por último, a Setur indica os parques estaduais, até, como opção de bate e volta no Espírito Santo. Para essas visitas, os turistas devem se atentar ao Mapa de Risco (clique aqui), já que só ficam abertos os parques que estão em locais fora do risco vermelho para contaminação da Covid-19. Em Guarapari, por exemplo, o Parque Paulo Cesar Vinha está fechado por esse fator. E os demais parques, como o Parque Estadual da Pedra Azul, não funcionam no dia 31 de dezembro e 1° de janeiro.

Parque Estadual Paulo Cesar Vinha
Parque Estadual Paulo Cesar Vinha, em Guarapari. Crédito: Divulgação/Lauro Narciso


Correção

13 de Janeiro de 2021 às 09:54

Uma versão anterior deste texto afirmara, equivocadamente, que a Reserva da Vale, em Linhares, estaria aberta para visitantes. No entanto, após a publicação desta matéria, a assessoria de imprensa da Vale esclareceu que o local está fechado para visitantes desde março de 2020 por conta da pandemia do coronavírus, sem previsão de reabertura. A informação foi corrigida no texto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.