ASSINE

Drauzio rebate críticas de polêmica com trans: "Sou médico, não juiz"

Médico se pronunciou na web após deputado estadual revelar documentos que apontam o porquê de a trans Susy Oliveira estar presa e gerar polêmica

Publicado em 09/03/2020 às 09h25
O médico Drauzio Varella. Crédito: Reprodução/Instagram @sitedrauziovarella
O médico Drauzio Varella. Crédito: Reprodução/Instagram @sitedrauziovarella

Drauzio Varella decidiu ir à web publicar um posicionamento em torno de sua reportagem exibida no "Fantástico", da Globo, em referência à detenta trans Susy de Oliveira. Ela foi a presidiária abraçada pelo médico durante a matéria, que fo ao ar no dia 1º de março. 

O médico esclareceu que há décadas atua como voluntário em penitenciárias por todo o Brasil e emocionou a web com sua abordagem sensível ao tema durante a matéria do programa da Globo. 

O pronunciamento de Drauzio veio depois de o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) divulgar documentos judiciais que apontam que Susy foi condenada pelo homicídio de uma criança de nove anos de idade. 

"Há mais de 30 anos, frequento presídios, onde trato da saúde de detentos e detentas. Em todos os lugares em que pratico a Medicina, seja no meu consultório ou nas penitenciárias, não pergunto sobre o que meus pacientes possam ter feito de errado. Sigo essa conduta para que meu julgamento pessoal não me impeça de cumprir o juramento que fiz ao me tornar médico", começou o médico. 

Em seguida, continuou: ""No meu trabalho na televisão, sigo os mesmos princípios. No caso da reportagem veiculada pelo Fantástico na semana passada (1º/3), não perguntei nada a respeito dos delitos cometidos pelas entrevistadas. Sou médico, não juiz".

Ao Uol, a advogada de Susy, a criminalista Bruna Paz de Castro, afirmou que só se pronunciará após conversar com sua cliente a respeito do assunto. 

A Globo, por sua vez, questionada pela reportagem, diz que apoia a divulgação da nota divulgada por Drauzio. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.