ASSINE

Ator da Globo, Igor Cosso se assume gay e ganha apoio de colegas

Após anúncio na web, bonitão que fez "Salve-se Quem Puder", na Globo, avaliou a situação no Twitter e disse que não havia se declarado gay antes por medo de perder trabalhos

Publicado em 28/06/2020 às 13h13
Atualizado em 28/06/2020 às 13h13
O ator Igor Cosso
O ator Igor Cosso. Crédito: Roberto Filho

Igor Cosso, 29, que vive o personagem Júnior na novela "Salve-se Quem Puder", da Globo, falou abertamente sobre sua orientação sexual neste sábado (27). O ator decidiu sair do armário após publicar uma imagem de dois homens se beijando para homenagear o mês do orgulho LGBTQIA+ e receber comentários ofensivos de alguns de seus seguidores no Instagram.

Momentos depois, ele resolveu postar uma foto na mesma rede social com o namorado. "Ja que e pra perder seguidores, uma foto minha mais clara e bonita de amor", escreveu na legenda. "Obrigado pelas energias boas! Sejamos felizes e orgulhosos de nós mesmos, sempre!"

A publicação recebeu apoio de colegas famosos como Sophia Abrahao, Vitória Strada, Pérola Faria, Daniel Rangel, Lua Blanco, Beni Falcone, Samara Felippo e Diego Montez.

Depois, Cosso avaliou a situação no Twitter e disse que não havia se declarado gay antes por medo de perder trabalhos. "Parece que eu acabei dando um passo importante para mim hoje", afirmou. "Que eu possa ser exemplo de caráter, coragem e liberdade para todos que acompanham meu trabalho como ator. Espero que não falte trabalho, porque esse sempre foi o meu medo, na real."

"Sei dos meus privilégios dentro da sigla LGBTQIA+ como homem cis branco 'padrão' e espero usar eles pra trazer mais respeito, voz e empatia pra todos", escreveu.

A um seguidor que perguntou se ele não teria problemas para trabalhar em emissoras de perfil mais conservador, como a Record, ele respondeu: "Bom, eu só quero trabalhar em emissoras e produtoras que entendam que a orientação de um ator nada tem a ver com o seu ofício, caráter e profissionalismo. E nesses quesitos, eu me garanto". O ator já trabalhou na emissora em "Os Dez Mandamentos", "Apocalipse" e "Jezabel".

lgbt dia Internacional do Orgulho Lgbt+

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.