ASSINE

Teatro do Sesi reabre no segundo semestre com medidas contra a Covid-19

Espaço passou por reformas estruturais, como readequação do ar condicionado, elevador de acessibilidade e espaçamento maior entre os assentos, que passaram de 300 para 82

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 04/03/2021 às 02h00
Exposição  “A Arte do Ofício”, que será inaugurada no Centro Cultural Sesi
O teatro fica dentro do Centro Cultural Sesi, em Jardim da Penha. Crédito: Divulgação/Centro Cultural Sesi

Fechado há praticamente um ano para apresentações presenciais, por conta do agravamento da pandemia do Novo Coronavírus no Estado, o teatro do Centro Cultural Sesi, em Vitória, está passando por reformas estruturais no intuito de voltar a receber plateia.

Em conversa com o "Divirta-se", de A GazetaMarcelo Lages, gerente de Cultura do Sesi/ES, adiantou que a reabertura deve acontecer entre os meses de julho e agosto de 2021. 

O anúncio soa como um alívio para a classe artística capixaba, que sofre com a falta de espaços para apresentações, especialmente por conta do fechamento para reformas do Teatro Carlos Gomes ou mesmo com as indefinições sobre o retorno dos espetáculos presenciais do Centro Cultural Sesc Glória

"Estamos reformulando o espaço físico para nos adequar às normas sanitárias contra à Covid-19. Inicialmente, devemos reabrir com a capacidade de 30%", explica Marcelo Lages, detalhando que o teatro contava, anteriormente, com 300 lugares. Com as mudanças, passará a ter 82 cadeiras disponíveis por sessão. 

"Fizemos uma espécie de cálculo para definir essa capacidade, obedecendo o distanciamento de 1,5m entre os assentos, mas também se ajustando a nossa média de venda de ingressos", analisa o gestor. 

Teatro do Sesi após reestruturação interna para receber espetáculos durante a pandemia da Covid-19
Teatro do Sesi após reestruturação interna para receber espetáculos durante a pandemia da Covid-19. Crédito: Vinícius Cavalcante/Sesi Cultural

"O teatro também vai ganhar mais em acessibilidade, pois instalamos elevadores para pessoas portadoras de necessidades especiais, além de uma plataforma elevatória para o palco, que também vai atender ao artista especial", afirma, dizendo que o sistema de ar-condicionado teve seus filtros substituídos e, como nos cinemas, contará com um mecanismo de renovação de ar de frequência mais constante. 

Questionado se as mudanças estruturais vão impactar em um aumento no preço dos ingressos, especialmente por conta da diminuição do número de assentos, Marcelo Lages afirmou que os bilhetes continuarão custando preços populares, uma política regida pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), que coordena o Centro Cultural Sesi. 

O Centro Cultural, que, além do teatro, conta com galerias, biblioteca digital e o Cultura Café, uma área de vivência externa intitulada Jardim Sinfônico, com cerca de 2 mil metros quadrados, foi inaugurado em outubro de 2020, com a abertura da exposição "A Arte do Ofício", com curadoria de Rosa-Nina Liebermann.

ATRAÇÕES

Entre os eventos presenciais já previstos, está uma peça da Companhia de Teatro do Sesi, que deve encenar o espetáculo "Minha Doce Família", em agosto. 

"Contaremos com performances da Companhia de Dança, em apresentação inspirada no repertório de Johann Sebastian Bach. Em outubro, haverá um evento relacionado ao "Outubro Rosa" (campanha de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama). No mesmo mês, a tradicional "Rockestra", com a Camerata Sesi, deverá voltar com o espetáculo presencial", adianta.  

Cultura pop: o sucesso “Michael Jackson In Concert” pode ganhar uma turnê em 2021. Crédito: Alexandre Mendonça
Cultura pop: o sucesso “Michael Jackson In Concert” pode ganhar uma turnê em 2021. Crédito: Alexandre Mendonça

Tributo ao Rei do Pop, e realizado pela Orquestra Camerata Sesi, o projeto “Michael Jackson In Concert” deve ganhar novas apresentações, com possibilidade de sair em turnê.

"Além disso, para o final de 2021, estamos prevendo promover um concerto nos mesmos moldes, desta vez voltado para outro astro da música, Elvis Presley, com o cantor sendo representado por meio de holografias", complementa.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.