ASSINE

Campanha quer abrir porta de emprego para trabalhador cinquentão no ES

Profissionais dessa faixa etária demoram mais tempo para retornar ao mercado de trabalho; iniciativa tem a intenção de sensibilizar empresas a contratarem esse público

Agência do Sine de Vila Velha
Agência do Sine de Vila Velha. Crédito: Adessandro Reis/Divulgação Prefeitura de Vila Velha

O mercado de trabalho no ES neste ano mostrou reação mesmo com a crise da Covid-19, abrindo 33.877 novos postos de emprego.

E apesar de um aumento na oferta de vagas, os profissionais com mais de 50 anos enfrentam uma dificuldade maior para se recolocar. Para esse grupo, em 2021, foram fechadas 307 vagas de trabalho.

No Sine de Vila Velha, por exemplo, o público dessa faixa etária representa 20% do total de trabalhadores que participam de processos seletivos, mas sem terem a garantia de conseguir um posto.

Para ajudar esses profissionais, um dos mais prejudicados durante a pandemia, a agência criou a campanha "Me dê uma chance", com o objetivo de mobilizar as empresas a darem uma oportunidade a esse público. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Vila Velha, Everaldo Colodetti, explica que a iniciativa tem como objetivo oferecer oportunidade igualitária para todos.

Ele acredita que, por ser um público mais maduro, esses profissionais têm como diferencial a experiência, a capacidade de coordenar equipes em qualquer área, além de serem muito comprometidos com seus objetivos. 

Segundo o secretário, os colaboradores  estão habilitados a preencher qualquer posto de trabalho e se enquadram, principalmente, nos setores da construção civil, administrativo e coordenação de equipe para diversas atividades.

“As empresas buscam pessoas com experiência e previsibilidade. Sabendo disso, estamos realizando um trabalho de sensibilização das organizações para que essa população seja contemplada com as vagas ofertadas”, afirma.

A campanha começou em julho, após ficar constatada que pessoas com mais de 50 anos demoram mais para retornar ao mercado, em relação às demais faixas etárias.

Durante esse período, a agência registrou a procura de cerca de 190 trabalhadores neste perfil, dos quais foram encaminhadas 35 pessoas para entrevista de emprego. Colodetti destaca que a recepção das empresas têm sido bastante positivas.

Ele aponta ainda que uma das maiores dificuldades enfrentadas por estes profissionais é a falta de qualificação. O secretário observa que o público desta faixa etária, geralmente, se dedicaram a vida toda a uma única empresa e praticamente não tiveram a preocupação de se atualizar.

“Muitos deles acreditavam que iriam trabalhar na organização até se aposentar, mas as regras mudaram e houve a necessidade de continuar no mercado. Para ajudá-los, iremos identificar o perfil e oferecer qualificação necessária para atender o que o mercado de trabalho precisa”, ressalta.

O Sine de Vila Velha funciona, das 8 às 17 horas, no subsolo do Boulevard Shopping, acesso A, em Itaparica.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.