ASSINE
Jornalista de A Gazeta desde 2008 e colunista de Política desde 2015. Publica diariamente, informações e análises sobre os bastidores do poder no Espírito Santo

Magno Malta lança pré-candidato a prefeito da Serra

Deputado Alexandre Xambinho filia-se ao Partido Liberal (PL), sigla do ex-senador, e confirma que quer ser candidato a prefeito da cidade

Publicado em 04/04/2020 às 16h56
Atualizado em 04/04/2020 às 18h02
Magno Malta convidou Alexandre Xambinho para disputar Prefeitura da Serra pelo seu PL
Magno Malta convidou Alexandre Xambinho para disputar Prefeitura da Serra pelo seu PL. Crédito: Agência Senado e Ellen Campanharo/Ales

O deputado estadual Alexandre Xambinho filiou-se neste sábado (4) ao Partido Liberal (PL), sigla controlada no Espírito Santo pelo ex-senador Magno Malta, e confirma que quer ser candidato a prefeito da cidade. Xambinho era filiado à Rede Sustentabilidade, partido do prefeito Audifax Barcelos, e conseguiu autorização da direção da legenda e da Justiça Eleitoral para sair sem correr o risco de perder o mandato atual na Assembleia Legislativa.

Até poucas semanas atrás, Xambinho cogitava filiar-se ao Republicanos, partido do deputado federal Amaro Neto. Em agosto do ano passado, ele chegou a ter colaboradores dele nomeados para integrar a Executiva do partido na Serra. Porém, nas últimas semanas, Xambinho começou a procurar outras opções, à medida que crescia a possibilidade de Amaro transferir seu título eleitoral para, potencialmente, disputar a sucessão de Audifax Barcelos.

Na última terça-feira (31), Amaro efetivamente transferiu o seu domicílio eleitoral de Vitória para a Serra, movimento que retirou de Xambinho qualquer perspectiva de conseguir ser candidato a prefeito do município pelo Republicanos. Com isso, o deputado estadual aproximou-se ainda mais do PL e agora sacramenta a decisão.

Como sugere o apelido (embora seja só coincidência), Xambinho é o mais jovem dos 30 deputados estaduais na atual legislatura. Ele exerce o seu primeiro mandato na Assembleia. Antes de chegar ao Legislativo estadual, foi vereador da Serra. Seu nome completo e verdadeiro é Alexandre Araujo Marçal, e ele acaba de completar 33 anos, no último dia 27.

Após manter certo distanciamento do governo Casagrande em seu primeiro ano de mandato, Xambinho tem se reaproximado do Palácio Anchieta. Além de estar votando com o governo em projetos do Executivo neste ano, ele participou, a convite do governo, em meados de março, da assinatura da ordem de serviço para a reforma da cobertura da quadra poliesportiva de uma escola estadual em um bairro da Serra, ao lado do próprio governador e da vice-governadora, Jaqueline Moraes (PSB).

Por meio de sua  assessoria de imprensa, Xambinho explicou assim os motivos de sua decisão: 

“No PL, obtive totais garantias de que poderei disputar a Prefeitura da Serra sem nenhuma surpresa de última hora. Em hipótese alguma haverá interferência da direção estadual no sentido de retirar a candidatura”, explica Xambinho.

Além disso, ele afirma ter um diálogo muito avançado com o médico Gustavo Peixoto, atual presidente do PROS na Serra e também pré-candidato a prefeito. Os dois estiveram juntos na arregimentação de pré-candidatos a vereador, que agora formarão duas chapas bastante competitivas.

Em uma possível alfinetada em Amaro Neto – que mora em Vitória e agora desponta como seu possível adversário eleitoral –, Xambinho afirma que "de nada adianta uma suposta novidade se, na prática, o resultado for insegurança e retrocesso na Prefeitura da Serra". "Meu objetivo é juntar pessoas sérias e competentes em torno de um projeto feito por quem tem raízes no município. É preciso um passo adiante na política serrana, com projeto de gestão que seja ético, renovado e empreendedor.”

Segundo o parlamentar, sua prioridade nas próximas semanas continuará sendo a luta por medidas de proteção econômica e social da população frente à crise do coronavírus. "A pré-candidatura a prefeito segue paralelamente, com os limites que o isolamento social nos impõe. Oportunamente, vamos intensificar as articulações com as lideranças de outros partidos e da sociedade civil organizada.”

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.