ASSINE
Apaixonada por vinhos, Nádia Alcalde é jornalista, sommelière e consultora. Escreve sobre o universo da bebida, antenada com lançamentos, tendências e notícias.

Da lata ao screw cap, conheça 5 formas práticas de consumir vinho

Aproveite a folga que se aproxima e permita-se curtir a bebida sem neuras e sem trabalheira, na praia, na piscina, no piquenique ou no churrasco

Publicado em 12/02/2021 às 09h01
Vinho com tampa de rosca (screw cap)
Vinhos com screw cap dispensam o uso de saca-rolha . Crédito: Shutterstock

Enquanto amante de vinhos, tenho um certo incômodo em relação à (ainda pequena) acessibilidade da bebida e sofro também com o estereótipo que define vinho como coisa de gente metida, fresca. Quantas vezes nos deparamos, em churrascos e festas, com a falta de um tinto ou de um branco em meio aos sempre presentes cerveja e destilado?

Bem, nada tão dramático que uma wine bag não resolva, mas não seria só isso. Quem gosta de beber vinho teria que levar ainda as taças, o saca-rolhas, o balde de gelo e aí quase sempre começam as piadinhas.

Tenho falado aqui sobre estilos mais democráticos, como os vinhos em lata e os vinhos para beber com gelo, que se encaixam em diversas ocasiões. Vale insistir no tema porque a bebida ainda carrega o estigma de elitista.

Neste ano, por exemplo. não teremos carnaval, mas imagine ir atrás de um bloquinho de rua chacoalhando uma garrafa, com um monte de gente em volta e um baita calor? Fora de cogitação, não é mesmo? Mas também não precisamos nos preocupar tanto em seguir regras para beber vinho. Elas existem apenas para nos ajudar a apreciá-lo melhor.

Para facilitar esse consumo na folga que vem por aí, separei dicas para você aproveitar o vinho não só em casa ou no restaurante. Permita-se curti-lo, sem neuras, na praia, na piscina, no piquenique, no churrasco e aonde mais você quiser. Saúde! 

  1. 01

    VINHOS COM TAMPA DE ROSCA (SCREW CAP)

    Uma ótima opção para quem vai carregar vinho para beber fora de casa são os rótulos com tampa de rosca (screw cap). São extremamente práticos, fáceis de abrir e não necessitam de saca-rolha. Se você não for beber a garrafa toda, basta rosquear de novo e guardar. Há quem desconfie da qualidade dos vinhos com screw cap, mas esse vedante conserva tão bem quanto as rolhas de cortiça. Vale lembrar que ele é indicado para vinhos que podem ser consumidos mais jovens, como brancos, rosés e alguns tintos de safras mais recentes sem passagem por barricas. 

  2. 02

    VINHOS EM LATA

    Estes são indicados para quem quer facilitar a vida de vez. Já existem várias opções no mercado: espumantes, brancos, rosés e tintos. A ideia é que o produto possa ser consumido a qualquer hora e em qualquer lugar, com descontração e praticidade. Outra vantagem da lata é o tamanho - cada uma, geralmente, tem a quantidade de uma taça e meia. É ideal para quem vai beber sozinho e faz com a que a escolha da bebida seja mais democrática.

  3. 03

    BAG-IN-BOX

    Alternativa com bom custo-benefício, a bag-in-box é composta de um saco plástico atóxico, de 3 a 5 litros, que acomoda o vinho fechado a vácuo e fica dentro de uma caixa acartonada. A bebida é dispensada por meio de uma torneirinha, diretamente na taça. A bag-in-box impede o contato do ar com o produto, garantindo, assim, sua perfeita conservação até o consumo total. Econômica, é como se quatro garrafas saíssem praticamente pelo valor de duas. Nada de rolha, nada de vidro e nem de abridor, é só colocar na geladeira e se servir.

  4. 04

    TAÇAS DE ACRÍLICO

    Para quem ainda não abre mão de apreciar a bebida em taça, vale lembrar das de acrílico, mais leves e seguras. Beber direto na lata ou em copo descartável pode ser um pouco demais para quem curte vinho. A taça permite que ele expresse melhor seus aromas e, segurando pela haste, evita-se aquecer a bebida.

  5. 05

    WINE BAGS TÉRMICAS

    Manter a temperatura ideal do vinho em pleno verão é um desafio, principalmente quando falamos daqueles mais jovens, brancos e rosés ideais para serem consumidos bem geladinhos. Carregar um isopor com gelo para cima e para baixo não é nada prático, mas o mercado do vinho cresceu tanto que já não faltam opções de sacolas térmicas e ninguém precisa mais passar esse aperto. As wine bags térmicas são ótimas para preservar o vinho em meio a oscilações de temperatura, mantendo a bebida conservada por um período maior.

Clique aqui para ler as colunas anteriores e acompanhe a colunista também no Instagram.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Gastronomia Fique bem opinião vinhos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.