ASSINE

Governo do ES vai ajudar a alavancar projetos de empreendedoras

Interessadas podem se inscrever até 20 de maio de 2021. São dez vagas para quem já fez ou está concluindo um dos cursos do Qualificar ES

confeitaria, bolo, cupcake
Confeitaria: consultoria para negócios tocados por mulheres. Crédito: Pixabay

Empreendedoras capixabas vão ganhar um reforço a mais para fomentar seus negócios. O Governo do Estado vai selecionar projetos de mulheres que estão cursando ou já que tenham concluído algum dos cursos do programa Qualificar ES para receberem consultorias de empreendedorismo. A oferta é de dez vagas e vale tanto para quem já começou a trabalhar por conta própria quanto para quem tem apenas uma ideia e não sabe por onde começar. 

A iniciativa foi lançada nesta terça-feira (11) e faz parte do projeto “Somos Empreendedoras”, uma parceria entre o Qualificar ES e a Insight Incubadora (programa de incubação de microempresários e pequenas empresas), desenvolvido pelo Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho, em Vila Velha. O projeto também está alinhado com as propostas do Agenda Mulher, liderado pela vice-governadora, Jacqueline Moraes, focado no empoderamento feminino. 

As interessadas podem se inscrever até 20 de maio de 2021, por meio do formulário disponível no site do Qualificar ES. A confirmação do envio da inscrição será feita pelo e-mail da candidata. Clique aqui para preencher o formulário

Quem já fez um curso no Qualificar ES e pretende se inscrever no “Somos Empreendedoras” é Joseláide Sampaio Corrêa Dias, de 46 anos. Entre  fevereiro e abril deste ano, ela participou das aulas de confeitaria e hoje trabalha fazendo sonhos.

“Estou afastada da empresa em que trabalho, porque perdi a voz e estou em tratamento. O curso foi indicação do INSS e minha escolha foi por algo que pudesse gerar renda. Passei a me sentir mais útil, aprendi coisas que posso fazer para a minha família. Participar deste novo projeto seria maravilhoso, principalmente por causa desse momento difícil que passamos”, afirma.

Joseláide Sampaio Corrêa Dias
Joseláide Sampaio Corrêa Dias. Crédito: Acervo pessoal

O curso começou em fevereiro de forma presencial e terminou em abril, com aulas virtuais. Joseláide recebe as encomendas durante a semana, faz e entrega a produção aos sábados com a ajuda do marido.

“O governo tem sido de uma sensibilidade incrível, principalmente com as mulheres. O Qualificar ES tem feito a diferença na vida de muita gente. Tenho colegas do curso que têm tudo para ter sucesso e outras, assim como eu, que já deram o primeiro passo. O projeto de incubação vai ser um incentivo a mais”, complementa.

A seleção das melhores ideias e suas necessidades será feita pela Insight Incubadora, encaminhando-as para pré-incubação ou a incubação, conforme estágio da empreendedora. A lista de selecionadas será divulgada no dia 24 de maio, no site do Qualificar ES e nas redes sociais da Insight Incubadora (@insight.incubadora) no dia 24 de maio. Os trabalhos da consultoria vão começar no dia 31 de maio.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffman, explica que as empreendedoras vão receber ajuda no desenvolvimento de produtos e serviços e na gestão de suas ideias.

“No momento, vamos oferecendo dez vagas, mas depois vamos ampliar o leque de oportunidades. As inscrições já estão abertas e esta será uma boa chance para que elas possam apresentar suas iniciativas para serem incubadas e transformadas em um negócio. Além de atender as micros e pequenas empresárias, a proposta também vai cuidar de quem ainda só tem a ideia, mas ainda não sabe por onde começar”, destaca Hoffman.

A Insight Incubadora, do CEET Vasco Coutinho, vai prestar toda a consultoria para as selecionadas, conforme reforça o secretário. “Não adianta só dar o curso, se muitas vezes há dificuldade de transformar o aprendizado em negócio. Estamos trabalhando como se fosse o Qualificar 2.0 para que, além das aulas, as mulheres possam ter a oportunidade de criar seus negócios e gerarem renda para suas famílias. Para ter conhecimento em gestão, elas poderão contar com a assistência do Estado”, explica.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.