ASSINE

Cordinhas de miçangas em celulares viram tendência entre as famosas

Grazi Massafera, Isis Valverde, Giulia B, Giulia Costa e Carolina Dieckmann são algumas das adeptas. Tendência faz parte da estética kidcore, que aposta em peças associadas às crianças

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 03/08/2021 às 18h14
Isis Valverde
A atriz Isis Valverde é uma das adeptas de cordinhas de miçangas no celular. Crédito: @Isisvalverde

Os acessórios feitos de miçangas, sucesso nos anos 2000, estão de volta. A novidade é que as cordinhas feitas para pendurar o celular na mão são feitas com o material e conquistaram famosas como Grazi Massafera, Isis Valverde, Giulia B, Giulia Costa, Carolina Dieckmann, entre outras. 

A consultora de imagem Tati Arruda conta que a geração Z está resgatando as tendências dos anos 2000, mas ressignificando e atualizando os conceitos. "Entre as tendências temos as miçangas coloridas. Se nos anos 2000 o celular não era tão acessível, hoje ele se tornou indispensável. Nada mais justo do que incluir itens fashion no aparelho".

As cordinhas de miçangas coloridas se encaixam perfeitamente na moda kidcore. A estética usa cores bem intensas e variadas, além de estampas fofas e em peças associadas às crianças. "O celular virou uma extensão das nossas mãos. Então, nada mais justo que ele, praticamente, ficar preso de forma colorida e fashionista", diz Tati.

A consultora de imagem Camile Stefano diz que as cordinhas voltaram mais coloridas e com função estética. "As mais desejadas são as de modelos em miçangas. É possível variar no tamanho das cordinhas e nas cores das miçangas. Vale usar desde as mais simples até os modelos com cores, desenhos e letras. E até personalizar com uma palavra ou frase", diz.

MODA KIDCORE

Colares de miçangas, presilhas no cabelo, estampas de doce, blusas com desenhos... O visual, que ficou conhecido como kidcore, não conquista só a geração Z.  

Camile Stefano conta que as pessoas estão mais abertas a cores. "Mix de colares de miçangas, por exemplo, deixa o visual moderno, criativo e sem pesar na imagem. As miçangas aparecem nos colares, nas pulseiras, nas correntinhas de celular e de óculos, e é possível misturar tudo sem medo de ficar over".

Já as presilhas não são mais sinônimo de acessório infantil. "Elas invadiram o mundo da moda e garantem um cabelo levemente preso e com um charme a mais. Um modelo colorido pode deixar o seu look mais divertido. Modelos com pérolas deixa o look mais elegante", conta Camile.

Para não ficar com estilo infantil, Tati Arruda tem a dica: "Essa é uma estética juvenil. A pessoa pode absorver alguns elementos, como a paleta de cores. Porém, se aliar ao demais elementos, vai ficar parecendo uma fantasia". Já Camile sugere combinar com peças mais nobres, como alfaiataria, em couro, ou até mesmo o salto alto.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Fique bem Moda

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.