ASSINE

Veja 7 alimentos que são vilões da alimentação saudável

Nutricionistas explicam que a melhor dieta vem de alimentos naturais, minimamente processados, e concentra-se na qualidade e nas porções, que devem conter vegetais, grãos integrais e carnes magras

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 27/07/2021 às 16h23
Iorgute
Iorgute: muitos são ricos em açúcar e às vezes disfarçados de alimentos saudáveis. Crédito: Freepik

A alimentação saudável é uma grande aliada na qualidade de vida de qualquer pessoa. Segundo nutricionistas, é preciso diminuir o contato com substâncias químicas, enlatados, processados e embutidos. Apesar da correria do dia a dia, todo mundo quer comer bem, mas poucos conseguem seguir a regra, na prática.

A médica nutróloga Marcella Garcez, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia, diz que é errado focar apenas nas calorias dos alimentos na hora de fazer a escolha. "Apesar de ser um dado importante, é absolutamente equivocado focar apenas nas calorias como fator de escolha para consumo alimentar. Muito mais relevante é conhecer a composição dos alimentos e suas funcionalidades", diz.

É recomendável saber além das calorias, se tem proteínas, gorduras e quais são elas, se os carboidratos representam os açúcares, se tem fibras, sódio e outros minerais, vitaminas, corantes e conservantes. "Gorduras modificadas para ficarem mais estáveis e açúcar em excesso estão entre os maiores equívocos alimentares da vida moderna e com o consumo excessivo de sal, são a principal causa de desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis como obesidade, diabetes e hipertensão", diz a médica.

INVISTA NOS VEGETAIS

A nutricionista Adriana Stavro diz que existem alimentos, como pão integral e barras de cerrais, que parecem inofensivos, mas na verdade são cheios de açúcar, adoçantes, corantes, aromatizantes, sal e outros elementos prejudiciais à saúde e para perda de peso. "A melhor dieta vem de alimentos naturais, minimamente processados, e concentra-se na qualidade e nas porções, que devem conter vegetais, grãos integrais e carnes magras", explica.

Para ela, a lista de ingredientes é a melhor ferramenta para determinar se um produto alimentar é uma boa escolha ou não. "Na verdade, é a única maneira de determinar se o item é feito de comida real ou se contém açúcares, óleos vegetais e aditivos adicionados. Então, toda vez que comprar algo no supermercado, não importa se é iogurte ou molho de tomate, leia a lista de ingredientes", sugere.

Um padrão alimentar baseado em vegetais é o caminho a seguir. "Estudos mostram que pessoas que consomem uma alimentação baseada em vegetais têm risco 16% menor de desenvolver doenças cardíacas, possivelmente porque essas dietas tendem a incluir mais fibras ​​e nutrientes como potássio, vitamina, antioxidantes dentre outros, enquanto limita a ingestão de gordura saturada e carboidratos refinados", diz Adriana Stavro.

Adriana Stavro, nutricionista
A nutricionista Adriana Stavro fala sobre os alimentos que podem ser vilões. Crédito: Divulgação Adriana Stavro

Adriana Stavro

Nutricionista

"A comida não é o inimigo. Em vez de focar no que você não deve comer, pense no que você pode adicionar ao seu prato para melhorar sua saúde"

VEJA OS RÓTULOS

A nutricionista Simone Silva, da Clínica Simone Neri, conta que é importante ter conhecimento do que se está consumindo. "Por isso, conhecer e saber verificar os rótulos dos alimentos é importante para uma alimentação mais saudável. Através deles verificamos a quantidade calórica, a quantidade de gordura, açúcar, sódio e quais ingredientes este produto possui".

Ela diz ser comum, para quem está no processo de emagrecimento, verificar que determinado produto tem baixa caloria, e logo pensar ser saudável e que pode ser consumido em grande quantidade. "Mas engana-se, pois este produto pode conter um teor maior de gordura, sódio ou outros aditivos químicos que também são prejudiciais à saúde", ressalta.

Por isso, é preciso ficar atento as escolhas. A recompensa de um estilo de vida saudável é enorme. É comprovado que hábitos alimentares saudáveis reduzem o risco de doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer, diabetes tipo 2, obesidade e até ansiedade e depressão.

As profissionais listaram sete alimentos vilões da alimentação saudável. Veja abaixo.

  1. A Gazeta - nqq3ooujk
    01

    Iogurtes

    Se você come muito iogurte adoçado em busca de uma dieta saudável, verifique o rótulo com um pouco mais de cuidado. Muitos são ricos em açúcar e às vezes disfarçados de alimentos saudáveis, e se equiparam mais a uma sobremesa, especialmente aqueles com adição de frutas ou coberturas. 

  2. A Gazeta - i7aedx5
    02

    Peito de peru

    Pode parecer saudável por ter poucas calorias e baixo teor de gorduras. Mas como todo embutido, apresenta uma grande quantidade de sódio, conservantes e corantes.

  3. A Gazeta - lxvi97do1bg
    03

    Gelatina

    Aparentemente saudáveis, as gelatinas com açúcar adicionado e ingredientes químicos, não são as melhores escolhas. O ideal são as versões com gelatina e suco natural, sem açúcar.

  4. A Gazeta - 7knihby
    04

    Biscoitos integrais

    Mesmo tendo em seu rótulo a descrição integral, não é sinônimo de saudável, afinal é um produto industrializado e que possui sódio e gordura. Também podem trazer carboidratos, gorduras e calorias em excesso

  5. A Gazeta - osbmb2d
    05

    Chocolate diet

    Os alimentos diet são aqueles em que há retirada de algum ingrediente da formulação, sendo o mais comum o açúcar. Mas a retirada deste ingrediente é compensada por outro em quantidade bem maior, como o alto teor de gordura,  para garantir o sabor.

  6. A Gazeta - xhdlc2lbvel
    06

    Barra de cereais

    As barras de cereais são frequentemente consideradas um lanche saudável, mas, apesar dessas afirmações muitas são carregadas com adição de açúcar, calorias e ingredientes artificiais.

  7. A Gazeta - u25csl
    07

    Suco de caixinha

    A grande maioria tem grande quantidade de açúcar adicionado, não tem as fibras das frutas, além de substâncias para acentuar sabor e conservantes. Suco de fruta não é o mesmo que fruta. Alguns sucos industrializados tem tanto açúcar quanto outras bebidas açucaradas.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Saúde

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.