ASSINE

Botox é usado por quem quer aderir à tendência dos 'fox eyes'

Os "olhos de raposa" herdados do universo da maquiagem fazem sucesso agora também nas clínicas de procedimentos estéticos, tratamentos com toxina botulínica e fios de PDO  atendem a quem opta pela forma mais prática e duradoura do efeito

Publicado em 28/07/2020 às 19h12
Atualizado em 29/07/2020 às 16h51
A influenciadora Flávia Pavanelli foi uma das pioneiras a aderir à tendência. Crédito: Reprodução Instagram
A influenciadora Flávia Pavanelli foi uma das pioneiras a aderir à tendência. Crédito: Reprodução Instagram

Você já deve ter percebido que o que não faltou nas redes sociais nos últimos meses foram adeptas da nova tendência “queridinha” do momento: os foxy eyes (olhos de raposa). O uso de máscaras passou a fazer parte do cotidiano, assim, a área do rosto que fica mais em evidência são os olhos, o que fomentou ainda mais a trend. A novidade é que esse formato mais alongado dos olhos ultrapassou as fronteiras da maquiagem e agora também pode ser conquistado através do arqueamento ou preenchimento na região das sobrancelhas. E os queridinhos do momento são, mais um vez, o Botox e o Ácido Hialurônico. As influenciadoras digitais Flávia Pavanelli e Gabi Prado, além das tops models e irmãs Bella e Gigi Hadid são adeptas do procedimento estético do momento.

Para a dermatologista Ligia Colucci, o olhar sempre foi importante na comunicação, porém agora, que o sorriso está “escondido”, os olhos são o principal ponto de comunicação entre as pessoas. Segundo a profissional, com esse novo fator, houve um aumento na procura por procedimentos que valorizam essa área do rosto. E além, dos foxy eyes outros procedimentos na região dos olhos também vem ganhando cada vez mais destaque.

“O procedimento mais procurado é a aplicação de toxina botulínica (também conhecido como botox) , seguida dos preenchimentos com ácido hialurônico. Há outros procedimentos que dependem da necessidade de cada paciente, como o ultrassom microfocado para ajudar na abertura ocular, estímulo de colágeno e associação com lasers, que também são coadjuvantes no tratamento. A avaliação em consulta irá determinar o que deve ser feito”, comenta. 

Toxina botulínica

Ligia salienta que, hoje em dia, alguns pacientes procuram procedimentos estéticos muitas vezes pelos motivos errados. "Procurar um procedimento porque ele está "na moda" e querer realizá-lo a qualquer preço pode não ser o melhor motivo. Agora procurar um profissional sério que possa orientar o que pode ser feito para uma melhora e se o paciente tem uma anatomia que lhe favoreça conseguir resultados semelhantes ao que ele encontrou e o mais importante: se isso vai ser adequado para ele, então podemos ver como algo positivo", explica.

"Em relação ao Fox eyes, um pilar extremamente importante para a busca de resultado semelhante é o uso da toxina botulínica A, que relaxa os músculos envolvidos no abaixamento do olhar, ajudando na elevação da cauda da sobrancelha. Pode ser associado outros procedimentos, para chegar ao resultado desejado", complementa a dermatologista.

O principal risco, segundo Ligia  o paciente perder sua naturalidade e assim sua essência e dependendo do que for oferecido, além de não conseguir o resultado. "Por isso é muito importante conversar com um profissional médico que vai fazer uma avaliação criteriosa das possibilidades e seus limites", orienta.

Olhar de raposa com fios de PDO

Raquel Cabral, dentista e especialista em harmonização facial
A especialista em harmonização facial Raquel Cabral explica como o resultado é alcançado com o método dos fios de pdo. Crédito: Divulgação

Uma opção muito procurada também pra alcançar o tão desejado efeito foxy eyes é a aplicação dos fios de PDO. Especialista em harmonização facial, a dentista Raquel Cabral, da Clínica Vanessa Cabral, explica que a técnica já conquistou as capixabas que buscam um olhar mais feminino. O objetivo da técnica é deixar a ponta das sobrancelhas mais altas que o centro, ajudando a abrir o olhar.

No procedimento são usados fios de PDO (fios de polidioxanona), do tipo parafuso. “É feita uma pequena incisão, onde é colocado dois fios, suspendendo a cauda das sobrancelhas e fazendo uma angulação do canto lateral dos olhos fazendo que eles fiquem mais altos, com efeito lifting imediato”, explica Raquel.

A especialista explica que o procedimento é pouco invasivo, feito com anestesia local, demora em média 20 minutos, e tem poucos riscos de hematomas e inchaços.

“Os fios de PDO são reabsorvíveis e biocompatíveis com o organismo humano, o que tornam mínimas as chances de rejeição”, esclarece Raquel.

É feita uma avaliação que leva em consideração o formato de rosto e as características de cada paciente para fazer o procedimento o mais personalizado possível, para evitar uma aparência artificial. O procedimento precisa ser refeito a cada 8 meses.

Fique bem Beleza Maquiagem Moda

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.