ASSINE

Erros em procedimentos de sobrancelhas: como corrigir?

Especialistas contam um pouco mais sobre técnicas específicas, desenvolvidas para corrigir essas falhas

Publicado em 14/12/2018 às 16h26
Os erros em procedimento nas sobrancelhas já podem ser corrigidos com técnicas como neutralização, camuflagem e despigmentação. Crédito: Reprodução/Instagram
Os erros em procedimento nas sobrancelhas já podem ser corrigidos com técnicas como neutralização, camuflagem e despigmentação. Crédito: Reprodução/Instagram

As novidades estéticas surgem a todo o tempo, e dentre elas, a micropigmentação nas sobrancelhas veio para ficar. Mas às vezes a perfeição prometida não é alcançada, e as falhas e erros acontecem, seja durante, ou após o procedimento. Porém, esses problemas já têm soluções, e com técnicas específicas é possível neutralizar um designer indesejado, e até despigmentar a sobrancelha, de acordo com a necessidade da pele.

Segundo a dermomicropigmentadora Penha Arraz, a ideia da micropigmentação é deixar as sobrancelhas com aparência totalmente natural, pois os contornos devem ser feitos um a um, baseando-se na espessura exata de cada fio. “O processo de micropigmentação é muito delicado e específico, nem todos estão de fato habilitados para realizá-lo. Quando acontece o erro é preciso melhorar o quadro de verdade e corrigir o erro para que a sobrancelha seja recuperada”, complementou a profissional.

Penha esclareceu que os erros mais comuns são: a escolha do tom errado, desenhos artificiais, e os efeitos “chapados” na pele. Por isso, as técnicas disponíveis se propõem a reestruturar, e voltar a sobrancelha ao seu aspecto natural. “O objetivo é amenizar e até corrigir o trabalho mal feito, ou que não tenha agradado, promovendo um resultado que combine perfeitamente com a pele e as demais características da pessoa”, descreveu a dermopigmentadora.

Entre as técnicas disponíveis atualmente estão a despigmentação, a camuflagem e a neutralização. “A neutralização de sobrancelhas permite trabalhar e mudar a cor escolhida anteriormente, utilizando da colorimetria para chegar a uma combinação que ofereça ao cliente o visual que de fato pretendia ter”, disse Penha Arraz, sobre o último procedimento descrito anteriormente.

A despigmentação é um método que se baseia na renovação celular, a fim de retirar todo o produto da pele. “Nessa técnica são feitas várias sessões que podem ser com laser, ácidos, jatos de plasma, peeling, e entre outros que promovam a retirada do pigmento usado inicialmente. Esse processo é mais demorado, e a sobrancelha fica pronta entre 3 e 4 meses, dependendo da profundidade do produto na pele”, esclareceu a micropigmentadora Vanessa Cabral.

Já a camuflagem é usada para corrigir erros pontuais. Vanessa Cabral explicou que esse procedimento faz uso do pigmento “pele”, que é na tonalidade exata da pele da pessoa. “Geralmente essa técnica é mais indicada para a correção de pequenas falhas”, apontou a micropigmentadora.

 

 

A Gazeta integra o

Saiba mais
beleza

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.