ASSINE

Decoração: 5 dicas para reformar o corredor da casa

Com boas soluções, a área de circulação pode ser até a protagonista do décor. Vale apostar no papel de parede, em cores fortes e na iluminação

Projeto de corredor de Fernanda Calazans
A arquiteta Fernanda Calazans apostou em papel de parede, cores, focos de iluminação e quadros para dar nova cara ao corredor de um cliente. Crédito: Fernanda Calazans

Muitas vezes o corredor é visto como mera área de passagem entre um ambiente e outro. Por isso, acaba sendo deixado de lado na prioridade da decoração da casa. "Como não é uma área que a gente fica, como a sala, o quarto ou a cozinha, as pessoas esquecem que ele também faz parte da residência e tem que ser pensado. E acabam dando prioridade para outros ambientes", explica a arquiteta Fernanda Calazans.

Mas ela garante que, com boas soluções, o espaço pode ser até o protagonista do décor. "Por ser um ambiente de passagem o morador pode ousar mais, apostando no papel de parede ou em cores mais carregadas, causando uma surpresa para quem visitar. Também pode colocar objetos que têm a ver com a história do morador", diz Fernanda.

Corredor - projeto de Valéria Torezani
A arquiteta Valéria Torezani optou pela iluminação, uso de madeira e de obras de artes neste projeto. Crédito: Valéria Torezani

A arquiteta Valéria Torezani diz que com a valorização da casa, durante a pandemia, as pessoas começaram a aproveitar todos os cantos. "Acho que isso também impulsionou a 'descoberta' do corredor, que quase sempre recebia uma pintura básica e um piso simples. A iluminação é uma ótima forma de valorizar o espaço, deixando o local mais despojado e com destaque. O uso de perfis lineares no corredor também está em alta. Outra tendência é uso de arandelas, de balizadores e, além disso, gosto muito da proposta de usar quadros e fotos", diz.

OBRAS DE ARTES

O designer de interiores Carmo Della Mota diz que o espaço é o melhor lugar para expor as obras de arte. "Ainda não inventaram um local melhor para essa finalidade. As peças podem ficar nas paredes e dar um ponto de cor para uma composição neutra. Para um visual ainda melhor, use luzes focais nos quadros".

O profissional também sugere apostar em passadeiras. "Uma mistura de tapetes estampados pode ser o que seu ambiente precisa. Além de trazer um toque de cor, as passadeiras dão a impressão de que a área de circulação é ainda mais comprida, criando um efeito visual interessante".

O QUE NÃO FAZER

Fernanda explica que se deve  evitar a utilização de mobiliário e objetos na parede. "E tudo que pode atravancar a passagem ou que vai deixar a circulação estreita, é importante lembrar que a circulação deve ficar livre", diz. 

Já Valéria diz que não pode deixar o espaço escuro. "É um ambiente muito utilizado, então é interessante tomar cuidado e observar se tem uma iluminação natural e dispor a iluminação artificial de forma que fique funcional e confortável", ressalta. 

CONFIRA 5 DICAS PARA MUDAR A CARA DO CORREDOR

  1. 01

    Pintura.

    Invista nas cores pintando a parede e o teto da mesma tonalidade, como se fosse uma caixa. A escolha da cor fica a critério do morador. "Se o espaço for escuro é legal pensar em cores que tragam luminosidade. Amarelo é bem legal", diz Fernanda Calazans. Vale também apostar em texturas ou no papel de parede.

  2. 02

    Iluminação.

    Aposte na iluminação. "Foque no uso de uma iluminação que apresente efeitos, com aplicação de perfis lineares ou arandelas. Atualmente, existem luminárias com design, que fazem efeitos muito interessantes", diz Valéria Torezani.

  3. 03

    Espelho.

    Carmo Della Mota sugere colar o espelho no fundo para dar uma profundidade e servir de apoio para ser ver ao sair. 

  4. 04

    Fotografias.

    Faça uma galeria de fotos dos moradores. "Se o espaço for curto pense nas fotos de família ou viagens. Também tem a opção de mesclar com pôsteres, quadros e até mesmo com os desenhos feitos pelas crianças. A casa tem que refletir os moradores", diz Fernanda Calazans. 

  5. 05

    Moldura.

    O uso de boiseries (tipo de moldura) nas paredes está em alta e pode deixar um superefeito no espaço. "É uma forma de trazer elegância para a residência, sem deixar o corredor estreito", diz Valéria Torezani.

A Gazeta integra o

Saiba mais
decoracao

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.