ASSINE

Como usar a tecnologia a seu favor durante a quarentena

O que seria dos ‘quarenteners’ sem a internet? Como fazer reuniões sem as chamadas de vídeo, como vencer o tédio sem uma maratona de séries? Como se divertir no fim de semana sem as lives dos artistas favoritos? A quarentena ressignificou nossa relação com a tecnologia e a boa notícia é que dá pra aproveitar ainda mais

Publicado em 21/05/2020 às 10h00
Atualizado em 21/05/2020 às 15h03
Seja pra conversar com familiares e amigos, trabalhar ou se divertir, a tecnologia é uma grande aliada na quarentena.
Seja pra conversar com familiares e amigos, trabalhar ou se divertir, a tecnologia é uma grande aliada no confinamento. Crédito: Shutterstock

Mudar totalmente a rotina e simplesmente ficar em casa pode trazer uma série de sensações que vão da ansiedade ao tédio. Neste momento, a tecnologia tem sido uma grande aliada para sobreviver a essa quarentena. Seja para continuar trabalhando, para se comunicar com os familiares e amigos, para estudar ou para se divertir, ela está na grande maioria das casas.

Quem nunca passou horas em uma call, maratonou uma série ou viveu uma 'live' como se estivesse em um show presencial durante a quarentena, que atire a primeira pedra. Em tempos de pandemia, muitas profissões se adaptaram e a nossa relação com a casa e com os outros também mudou. Ouvimos especialistas e reunimos algumas dicas de ferramentas e produtos que te ajudam a otimizar a rotina em casa e a usar ainda mais a tecnologia a seu favor durante o isolamento.

Organização

A Personal Organizer Nathalia Leal afirma que a tecnologia pode ser uma aliada e tanto, nos permitindo organizar melhor nossos afazeres domésticos e administrar melhor o tempo. “Se olharmos ao nosso redor veremos que a tecnologia está presente em tudo, nos trazendo praticidade, rapidez e eficiência. E não seria diferente na hora de organizar a nossa casa”, diz. E aí vai uma listinha de dicas da profissional:

Aplicativos

Trello – é um aplicativo para gerenciamento de listas, que pode ser adaptado às necessidades do usuário.

Google Keep - permite criar notas em formato de texto e áudio, organizar listas de tarefas, de compras de supermercado, podendo ser compartilhadas com outras pessoas da família. Um app super simples de usar!

Brighnest – ele traz dicas de organização e maneiras de manter sua casa limpa e arrumada de acordo com o perfil do morador. O app é disponível apenas para Android.

Evernote – ele é perfeito para quem precisa de listas para não se esquecer de nenhuma tarefa do dia. Se programou para fazer alguma tarefa no dia e não pode se esquecer, acrescente na lista do app para deixar tudo esquematizado.

Eletrodomésticos

'Air fryer' e
'Air fryer' e "robô" aspirador facilitam a vida de qualquer 'quarentener'. Crédito: Divulgação

“As panelas elétricas e a queridinha ‘air fryer’, além de auxiliar no preparo dos alimentos de forma mais prática, elas também permitem o preparo de alimentos de forma mais saudável. “E ainda podemos incluir rapidez, segurança e facilidade na limpeza na sua listinha de benefícios”, acrescenta a personal organizer.

Já imaginou ter um robôzinho varrendo e aspirando a casa enquanto você aproveita para terminar aquele relatório para o trabalho? Pois é, ele existe e já está fazendo sucesso. “O robô aspirador de pó varre e aspira toda a sujeira do chão, agindo de forma autônoma, programada ou através de estímulo humano”, explica Nathalia.

Nathália Leal

Personal Organizer

"Apesar das ferramentas disponíveis que facilitam nosso dia a dia, precisamos ser disciplinados com as tarefas domésticas, criando uma rotina de afazeres"

“Apesar das ferramentas disponíveis que facilitam nosso dia a dia, precisamos ser disciplinados com as tarefas domésticas, criando uma rotina de afazeres. O ideal é não deixar que as tarefas se acumulem, dessa forma você fará tudo de maneira mais leve e não ficará sobrecarregado”, alerta a profissional.

Home office

Home office: trabalho em casa
Apps podem te ajudar a organizar a rotina e plataformas auxiliam na organização da equipe. Crédito: Free-Photos/Pixabay

A psicóloga especialista em pessoas e carreiras Gisélia Freitas explica que o isolamento social está acelerando o processo de digitalização de muitas empresas e pessoas. “Apenas nos forçou a aceitarmos o futuro de forma mais rápida, modernizou novos modelos de trabalho e as relações. Em casa ou quando sairmos dela, o mundo não será mais o mesmo”, diz.

A tecnologia nunca foi tão demandada e, para Gisélia, apenas acelerou-se o que já é realidade em outros países mais desenvolvidos. “ A tecnologia tem que ser vista como ferramenta para conectar pessoas, acelerar processos e aumentar a produtividade. O acesso a várias plataformas para reuniões, formações, aulas, live tem promovido esse treinamento digital“, complementa.

Para as reuniões de trabalho à distância, a tecnologia não deixa a desejar. A plataforma “Hangouts Meet”, por exemplo, permite realizar reuniões com mais de 200 pessoas, além de transmissões ao vivo para cerca de 10 mil espectadores. Outra alternativa é a “Microsoft Teams”, a ferramenta une comunicação e colaboração, nela é possível formar equipes e agendar as videochamadas.

E mesmo estando em casa e, às vezes, trabalhando com a roupa mais confortável do armário, é preciso estabelecer uma rotina para o home office, por isso além da boa e velha “checklist”, novos aliados entram em cena. O Basecamp (em inglês, mas conta com suporte em português) e o Trello - que já apareceu ali em cima - são aplicativos que auxiliam pessoas com diferentes responsabilidades na equipe a chegar a um mesmo objetivo: finalizar juntos um projeto. Neles, você pode compartilhar arquivos, definir prazos, atribuir tarefas e centralizar feedbacks.

Durante a quarentena, os adultos da casa precisaram aprender as manhas de professores para ajudar as crianças nas tarefas da escola, a boa notícia é que o Trello - mais uma vez - também pode te ajudar nessa missão. Dá pra organizar a rotina e os prazos de cumprimento das atividades dos pequenos.

Entretenimento

Aproveite para assistir
Filmes, séries, lives e jogos online garantem a diversão . Crédito: Shutterstock

A melhor parte! A tecnologia proporciona vários mimos para se divertir e passar o tempo: são jogos, livros, revistas, filmes, séries, músicas, shows ao vivo e vários passatempos. Além disso, tem permitido viagens e passeios virtuais, para locais onde seria difícil estar fisicamente.

Vários museus e atrações também abriram suas portas virtuais para passeios com visão 360°, além de materiais com vídeos e fotos para complementar a visita. O Airbnb disponibilizou mais de 50 opções de vivências online oferecidas por anfitriões especialistas em 30 países. As experiências vão desde meditar com ovelhas até aulas de mágica.

Cirque du Soleil disponibilizou espetáculos online para assistir como se você estivesse no meio do palco. E o MASP - Museu de Arte de São Paulo - lançou 'tours' de realidade virtual, onde os "visitantes" podem contemplar a arte  de pertinho sem sair de casa.

As plataformas de streaming também estão fazendo a alegria dos quarenteners. Nomes como NetflixGloboplay e Amazon Prime estão empenhados em ocupar as telinhas no confinamento. O catálogo de filmes e séries continuam sendo alimentados durante a quarentena e lançamentos como “Eu Nunca” e “Todas as mulheres do Mundo” alcançaram o Top 10 em poucos dias de lançamento. É só preparar a pipoca e apertar o play!

Jogos

A tecnologia também resgatou os jogos de tabuleiro que marcaram épocas e trouxe versões “moderninhas” deles. Reunimos o Top3 dos queridinhos da quarentena.

O jogo online “Gartic”, por exemplo, está bombando na quarentena e a dinâmica é bastante parecida com a do tradicional “Imagem & Ação”, sucesso no início dos anos 2000.  O app está disponível para download em celular Android e iOS e pode ser acessado por computador através deste link.

E quem lembra da “febre” que foi o jogo de cartas UNO? Só quem viveu sabe! O game ganhou uma versão para smartphones e tablets. Nela, os jogadores podem competir em diversos modos, incluindo partidas clássicas pra matar a saudade. O app permite enfrentar outros fãs de UNO de qualquer lugar do mundo e até chamar um amigo para jogar em dupla e participar de torneios.

Por último, mas não menos importante, o jogo “Stop” é inspirado no clássico “Adedonha” ou “Adedanha”. Nele, uma letra é sorteada e os usuários precisam citar vários itens que comecem com ela, como nomes de banda, partes do corpo, cidades e mais. O primeiro a terminar dá o "Stop" e todos os outros têm que parar e contabilizar seus pontos. Vale o desafio.

Alie-se à tecnologia, trabalhe, se organize e divirta-se em casa. Fique bem.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Fique bem tecnologia Isolamento social

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.