ASSINE

Vôlei de Praia: capixaba Alison estreia contra dupla argentina nas Olimpíadas

O "Mamute", que tem como dupla o paraibano Álvaro Filho, vai enfrentar os argentinos Julian Azaad e Nicolas Capogrosso às 22h desta sexta (23)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 21/07/2021 às 11h21
Alison e Álvaro Filho, dupla do Vôlei de Praia do Brasil
Alison e Álvaro Filho, dupla do Vôlei de Praia do Brasil, estreia contra os argentinos Julian Azaad e Nicolas Capogrosso. Crédito: Divulgação/MPC Rio

A rivalidade entre Brasil e Argentina ganhará um novo capítulo logo nos primeiros dias de disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Mas se enganou quem achou que seria no futebol: o embate acontecerá no Vôlei de Praia. A dupla do capixaba Alison Cerutti e do paraibano Álvaro Filho, número quatro no ranking mundial, enfrentará os argentinos Julian Azaad e Nicolas Capogrosso, 21ª colocada no ranking. A bola sobe às 22h de Brasília, nesta sexta-feira (23), no Shiokaze Park Stadium.

Alison e Álvaro já enfrentaram duplas argentinas em outras oportunidades, mas será o primeiro duelo contra Julian e Nicolas. Os adversários não possuem uma trajetória vitoriosa como a dos brasileiros, mas, mesmo assim, o capixaba prefere pregar um discurso de respeito antes da partida que ele classificou como "primeira decisão".

"Estamos nos preparando para esse jogo como se fosse uma primeira decisão aqui em Tóquio. Esse é o espírito do nosso time. O nível do torneio é muito alto, estamos muito concentrados, focados, temos uma chave duríssima, e não há time fácil ou tradição que vença jogos. Respeitamos todos os adversários e vamos fortes em busca das vitórias, pensando sempre em um passo de cada vez", disse.

O capixaba Alison Cerutti, do vôlei de praia
O capixaba Alison Ceruti, do Vôlei de Praia, estará nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Crédito: Miriam Jeske/COB

Estreante em Olimpíadas, Álvaro afirmou que estudou o jogos dos hermanos. Ele destacou a altura e o saque como principais aspectos dos adversários e ressaltou a habilidade da dupla argentina. O paraibano garantiu, porém, que a dupla brasileira dará o seu melhor para conseguir um resultado positivo na estreia.

"Temos estudando bastante o jogo deles, assistindo muitos vídeos. É um time alto, que saca e bloqueia bem também, uma dupla que tem bastante recurso, habilidosa e que merece todo o nosso respeito, porque ninguém chega aos Jogos por acaso, se não for por méritos. Estamos muito focados, fizemos a melhor preparação possível para as Olimpíadas e vamos dar o nosso melhor em quadra para vencer essa primeira decisão", destacou.

Depois do confronto contra os argentinos, a dupla brasileira encara os holandeses Brouwer e Meeuwsen, 9ª colocada no ranking mundial, às 0h da terça-feira (27), e Lucena / Dalhausser, 16ª colocada no rakning, às 10h da quinta-feira (29).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.