ASSINE

Vacina chinesa mostra eficácia de 86% na proteção contra Covid-19

A análise revela que 99% dos participantes dos estudos desenvolveram anticorpos contra a doença

Publicado em 09/12/2020 às 08h49
CoronaVac está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan e produzida em parceria com a empresa chinesa Sinovac
Vacina contra a Covid-19 foi desenvolvida pela China National Pharmaceuticals Group (Sinopharm). Crédito: Adriana Toffetti/A7 Press/Folhapress

Uma candidata chinesa à vacina mostrou eficácia de 86% na proteção contra a Covid-19, segundo resultados preliminares de estudos clínicos em fase 3 realizados nos Emirados Árabes Unidos (EAU). O país árabe registrou a vacina, que foi desenvolvida pela China National Pharmaceuticals Group (Sinopharm), segundo comunicado da agência oficial de notícias dos EAU.

Os testes em fase 3 começaram em julho e o uso emergencial do imunizante teve início três meses depois. A análise revela que 99% dos participantes dos estudos desenvolveram anticorpos contra a doença. A possível vacina é baseada num vírus inativo, o que significa que o patógeno é enfraquecido para uso em humanos. 

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.