ASSINE

Confira as principais regras para uso do reboque no seu carro

Segundo inspetor da PRF, o transporte de cargas em reboque deve seguir algumas normas, com regras semelhantes exigidas para veículos

Publicado em 27/07/2021 às 20h04
Engate de reboque facilita transporte de cargas
Engate de reboque facilita transporte de cargas. Crédito: Pixabay

Do food truck ao carro de mudança, muitos condutores optam pelo uso do reboque. Seja qual for a capacidade de tração do veículo, a ferramenta principal para o transporte de cargas em um "veículo adicional" é a estrutura de engate — uma pequena esfera maciça, que fica grudada na traseira do carro. O item oferece vantagens e mais segurança no trânsito de algumas cargas, mas exige atenção e cuidados.

O inspetor da Polícia Rodoviária Federal no Espírito Santo Valdo Lemos lembrou que, além do transporte, condutores utilizam o reboque para diversos fins, como a proteção contra colisão traseira e até estética.

Em entrevista à jornalista Patrícia Vallim, da Rádio CBN Vitória, o inspetor explicou que não há proibição para o uso do reboque. No entanto, é preciso respeitar a regulamentação sobre a instalação, por exemplo.

Valdo Lemos

Inspetor da PRF

"O reboque é um veículo. Precisa ter placa e pneus em boas condições, como o carro que o conduz. É necessário ter responsabilidade durante o uso"

CONFIRA AS PRINCIPAIS REGRAS

  1. A Gazeta - nwmbargl41s
    01

    FORMATO E SUPERFÍCIE

    De acordo com o inspetor, o engate precisa ser uma esfera maciça. Não há espaço para outros formatos. A base não pode ter superfície cortante. A ideia do engate é rebocar, e não pode prejudicar terceiros, como pessoas ou veículos que toquem o item.

  2. A Gazeta - h65uk2jl5r
    02

    TOMADA É OBRIGATÓRIA

    Além da superfície, o engate tem uma tomada para ligar o carro ao segundo veículo. De acordo com Valdo Lemos, a tomada precisa estar presente, mesmo que não seja usada a todo instante. O item facilita que as luzes e as sinalizações sejam evidenciadas.

  3. A Gazeta - g119njl6nj
    03

    CORRENTE DEVE SER USADA

    Além da tomada, que viabiliza maior segurança no trânsito, a corrente que liga o carro ao veículo independente deve ser sempre usada. Ela é mais um item que dá segurança, garantindo que não  haja desprendimento.

  4. A Gazeta - sgenbik3z
    04

    CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

    Assim como a maior parte dos meios de transporte, carregar um reboque em um veículo exige a Carteira Nacional de Habilitação. A regra é a seguinte: se o veículo independente tiver até seis toneladas, é necessário ter carteira da categoria B. Caso a carga seja ainda mais pesada, o condutor deverá se habilitado na categoria E.

  5. A Gazeta - 4v6rwxrzd5
    05

    CUIDADOS ADICIONAIS

    Você já deve ter visto que algumas cargas possuem adesivos de alerta. De acordo com o inspetor, é recomendado que o veículo independente tenha fitas refletivas.

A Gazeta integra o

Saiba mais
CNH Espírito Santo Polícia Rodoviária Federal carros espírito santo trânsito veículos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.