ASSINE

Vale a pena investir na reforma de um imóvel alugado?

Especialistas orientam que negociação com o proprietário deve levar em consideração fatores como valor da obra e tempo do contrato

Publicado em 27/11/2020 às 17h29
Atualizado em 27/11/2020 às 17h55
Imóveis alugados também podem ter a cara do inquilino
Imóveis alugados também podem ter a cara do inquilino. Crédito: Patrícia Ieno/divulgação

Morar de aluguel ainda é opção, ou necessidade, para muitos brasileiros. Seja porque ainda não conquistou a casa própria ainda, seja por considerar a alternativa mais adequada ao bolso e ao estilo de vida. Mas, às vezes, o inquilino começa a ver necessidade de mudar algumas coisas e até customizar o local para melhorar o conforto. No entanto, fica o questionamento: vale a pena gastar tempo e dinheiro para reformar um apartamento que não é sua propriedade?

Heliomar Venâncio, conselheiro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo (CAU/ES) afirma que essa resposta  depende de inúmeros fatores, como o valor da intervenção e do aluguel e o tempo de contrato. Contudo, a pandemia mexeu nessa lógica, visto que as pessoas precisam ficar em casa o máximo possível.

Por isso, ele afirma que customizações – pequenas mudanças, como pintar paredes e adicionar luminárias – são bem-vindas, pois elas aumentam o bem-estar do inquilino e o custo não é muito alto. “Um investimento mais pesado, como fechamento de varanda, trocar piso e azulejos, só se for combinado com o proprietário para descontar no aluguel, se ele quiser a reforma”, completa.

Em imóveis alugados é melhor apostar em customização
Em imóveis alugados é melhor apostar em customização. Crédito: Patrícia Ieno/divulgação

A arquiteta Patrícia Ieno tem um projeto para imóveis alugados que atende a distância. Em seu perfil no Instagram (@decoreseuapealugado), ela, que mora de aluguel há 15 anos, dá algumas dicas. A profissional acredita que a criatividade é a chave para deixar o local com a personalidade do inquilino.

Patrícia afirma que, muitas vezes, ela mais ensina seus clientes do que projeta. “Geralmente, é um público que não tem muito acesso a profissionais da nossa área”, acrescenta.

Para ela, um profissional de arquitetura é importante porque entende de proporções e trabalha especificamente com a dor e o orçamento do cliente. “Não é preciso esperar ter o seu imóvel para viver bem. Vimos nesta pandemia que as pessoas viviam num lugar que não as representavam”, finaliza.

É necessário negociar as modificações com o proprietário
É necessário negociar as modificações com o proprietário. Crédito: Patricia Ieno/divulgação

NEGOCIAÇÃO COM O PROPRIETÁRIO

O diretor da Neto Imóveis, Alípio Neto, explica que, quando o inquilino vê necessidade de melhorar algo ele deve procurar a imobiliária, que irá fazer a negociação com o dono. “Geralmente, convencemos quando é uma questão de necessidade. Quando é mais uma vaidade, é por conta do inquilino”, acrescenta.

Quando a obra acontece, Neto explica que o proprietário pode fazer por conta própria ou não. No primeiro caso, não há desconto do aluguel, mas no segundo, quando o inquilino faz, pode negociar e descontar do valor pago mensalmente.

Porém, essas reformas grandes não são comuns, segundo Neto. “Geralmente, o dono do imóvel faz melhorias quando o inquilino sai.”

A Gazeta integra o

Saiba mais
decoracao imóveis Mercado imobiliário

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.