> >
Veja como usar pedras naturais em projetos arquitetônicos

Veja como usar pedras naturais em projetos arquitetônicos

Arquitetas explicam como este elemento pode proporcionar um visual atemporal e deixar o seu lar ainda mais bonito

Publicado em 5 de fevereiro de 2024 às 14:05- Atualizado há 22 dias

Ícone - Tempo de Leitura 4min de leitura
Imagem Edicase Brasil
O uso de pedras representa uma escolha atemporal que valoriza a estética do ambiente e reflete uma prática sustentável. (Korman Arquitetos | Eduardo Pozella )

No universo da arquitetura e decoração, as pedras naturais estão ganhando cada vez mais destaque, proporcionando ambientes sofisticados e duráveis. Com um histórico que remonta tempos ancestrais, seu uso variado evoluiu para atender às novas tendências contemporâneas.

Ieda e Carina Korman, do escritório Korman Arquitetos, destacam que o uso de pedras representa uma escolha atemporal e impactante, valorizando fachadas, calçadas, paredes, móveis e projetos paisagísticos. Essa tradição milenar continua a ser uma tendência, incorporando-se de maneira elegante e versátil aos projetos arquitetônicos modernos.

“Essa aplicação na decoração vai muito além da estética, representa uma escolha consciente de materiais resistentes e elegantes. As pedras naturais possuem uma variedade de padrões, texturas e cores que permite a personalização de cada projeto e ainda representa uma prática sustentável”, ressalta a dupla da Korman Arquitetos.

Uso da pedra ao longo da história

Historicamente, o uso de pedra natural nas construções está ligado a civilizações antigas em que foram utilizadas em monumentos grandiosos e reconhecidos, atualmente, como patrimônios da humanidade. Ainda no Egito Antigo, os egípcios utilizaram calcário e granito para construir as pirâmides de Gizé e a Esfinge.

Na Roma Antiga, os romanos exploraram amplamente o mármore e o granito em locais como o Coliseu e o Panteão. Durante a Idade Média, as catedrais góticas foram construídas com o uso predominante de pedras, como o calcário e o arenito. Mais tarde, na Revolução Industrial, a exploração de pedreiras aumentou, permitindo uma produção em maior escala e uma diversificação de pedras utilizadas na arquitetura e decoração.

Ao longo da história, diferentes culturas atribuíram significados simbólicos às pedras naturais; por exemplo, o mármore era associado à divindade e à imortalidade, enquanto o granito representava estabilidade e força.

“Esse uso ancestral estabeleceu as pedras naturais como símbolos de prestígio e resistência, características que ressoam até os dias de hoje. Sua beleza atemporal conquistou arquitetos ao longo dos séculos e criaram as tendências que conhecemos hoje”, diz Ieda Korman.

Aplicação na atualidade

No cenário atual, as pedras naturais ressurgiram como uma escolha popular para projetos arquitetônicos e de decoração. Carina Korman relata o uso das variedades do elemento em seus projetos, como mármore, granito, ardósia, quartzito e travertino. Além disso, muitos profissionais ainda têm buscado pela vantagem sustentável, pois são recursos renováveis e recicláveis.

Imagem Edicase Brasil
Além de criarem um ambiente mais acolhedor e harmonioso, as pedras naturais adicionam um valor significativo a uma propriedade . (Korman Arquitetos | Eduardo Pozella )

Por que utilizar esse elemento?

Além das vantagens de estética atemporal e durabilidade, as pedras naturais são reconhecidas pelo potencial impactante no décor e na arquitetura. Isso porque, segundo as arquitetas da Korman, as pedras se apresentam como materiais altamente sustentáveis, já que são extraídas da natureza e possibilitam a conexão com esta, criando ambientes mais acolhedores e harmoniosos.

“Fora a capacidade de aumentar o valor agregado onde se é aplicada, as pedras naturais podem adicionar um valor significativo a uma propriedade e por isso ela pode se destacar no mercado imobiliário. No décor , muitas esculturas de pedras naturais são marcadas pela imponência e o valor da arte, são uma ótima opção para uma decoração mais personalizada”, conta a dupla.

Principais pedras naturais

A utilização de pedras naturais na decoração e arquitetura possui bastante versatilidade de uso, podendo revestir pisos e paredes, além de servir em detalhes decorativos, como escadas, lareiras, painéis e esculturas, conferindo uma sensação de luxo e exclusividade. Dentre as pedras mais utilizadas, as profissionais da Korman Arquitetos listam as principais:

  • 01

    Mármore

    Com veias distintas e variedade de cores, o mármore é um clássico na decoração, oferecendo uma estética luxuosa e atemporal.

  • 02

    Granito

    Reconhecido pela durabilidade e pela diversidade de padrões, o granito é frequentemente utilizado em bancadas de cozinha, pisos e revestimentos.

  • 03

    Quartzito

    Uma opção mais resistente, o quartzito apresenta uma gama de cores e texturas, sendo ideal para áreas de alto tráfego.

  • 04

    Travertino

    Pedra calcária conhecida pelas tonalidades quentes e texturas únicas. Muito utilizada em revestimentos de bancadas, o travertino confere uma sensação de rusticidade.

  • 05

    Ardósia

    Esta oferece uma aparência distintamente folheada e textura única. Comum em revestimentos de paredes, pisos e até mesmo em tampos de mesa.

  • 06

    Basalto

    Reconhecido por sua cor escura e textura densa. Amplamente utilizado em revestimentos de pisos , paredes e até mesmo em esculturas, o basalto confere uma sensação contemporânea e sólida.

  • 07

    Calcário

    Rocha sedimentar que traz uma aparência mais natural. O calcário é aplicado em pisos, revestimentos e até mesmo em elementos esculpidos.

  • 08

    Ônix

    Muitas vezes utilizada para criar efeitos luminosos em revestimentos de paredes e objetos de decoração, está associada às suas variações de cores e veias.

  • 09

    Ônix

    Muitas vezes utilizada para criar efeitos luminosos em revestimentos de paredes e objetos de decoração, está associada às suas variações de cores e veias.

Imagem Edicase Brasil
Em um projeto com pedras naturais, é importante realizar a instalação adequada para garantir a beleza e a durabilidade. (Korman Arquitetos | Eduardo Pozella )

Cuidados com a instalação

A instalação adequada de pedras naturais é crucial para garantir não apenas uma estética atraente, mas também a durabilidade e a integridade do material ao longo do tempo. Por isso, Carina Korman ressalta a atenção na preparação da superfície, que deve ser precisamente nivelada e impermeabilizada para evitar problemas a longo prazo. Ainda durante o processo, a escolha dos adesivos adequados e da argamassa apropriada deve garantir firmeza ao projeto.

Atenção com a manutenção

Para os cuidados posteriores à instalação, Ieda completa que a manutenção se torna essencial para preservar a integridade das pedras ao longo do tempo. “Indicamos uma limpeza básica e frequente com detergente neutro e água morna, evitando produtos ácidos e abrasivos; então nada de esponjas de aço ou químicos agressivos para não riscar ou corroer a superfície. É válido considerar que cada fabricante possui especificações para a peça e vende os produtos recomendáveis para a limpeza correta”, aconselha a profissional.

Outras dicas que o escritório Korman Arquitetos sugere, são:

  • A aplicação periódica de selantes, especialmente em áreas suscetíveis à umidade, ajuda a proteger contra manchas e facilita a limpeza.
  • Em áreas externas, como pátios ou calçadas, a limpeza frequente ajuda a prevenir o acúmulo de sujeira e musgos.
  • Manchas de substâncias como vinho, café ou produtos químicos devem ser removidas de imediato para evitar danos permanentes.
  • Tome precauções para evitar impactos diretos em áreas de maior vulnerabilidade, como bancadas e pisos. Usar tapetes ou feltros em móveis é uma opção para reduzir o risco de arranhões.

Seguindo a cartilha de uma boa instalação e manutenção frequente, as pedras naturais vão manter a mesma beleza e funcionalidade no decorrer dos anos.

Por Emilie Guimarães

Este vídeo pode te interessar

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Tags:

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais