ASSINE

"Incoerente", diz leitor sobre crítica a vacina e apoio a cloroquina

Presidente Jair Bolsonaro desautorizou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que havia anunciado acordo para compra de 46 milhões de doses de vacina chinesa, que será produzida no Brasil pelo Instituto Butantan

Publicado em 22/10/2020 às 12h04
Laboratório que pesquisa e desenvolve a vacina contra o coronavírus
A vacina desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford é testada no Brasil. Crédito: Divulgação/Universidade de Oxford

IMUNIZAÇÃO

Bolsonaro fala em traição e diz que não vai comprar vacina chinesa (Brasil, 21/10). Votei no Bolsonaro e não me arrependo. Porém não sou a favor dessa atitude! Quando ele defendeu o uso da cloroquina, o Ministério da Saúde não apoiou e os defensores o apoiaram, dizendo que muita gente já toma remédio sem receita e com contraindicações, com o que eu concordo. Aí, quando ele veta uma vacina que está para ser liberada o povo acha certo? Acho incoerente! Lembrando que apoio o atual governo, porém não aguento mais esse cenário atual! Quero me vacinar o mais rápido possível e creio com certeza que essa pandemia já virou assunto político! (Nayara Linares)

O que existe aqui é um monte de gente que age segundo os pensamentos de seus ídolos. Isso inclui todas as bandeiras partidárias e mesmo se a vacina for de algum país capitalista. O presidente já demonstrou que não vai obrigar a vacinação. Esse direito eu teria se eu não andasse por aí pondo a vida do próximo em risco. O povo tem que parar com esse negócio de apoiar as coisas olhando se partiu da direita ou esquerda. Temos que olhar se o fato é bom ou não para nós, brasileiros. (Jose Carlos Corona)

Bolsonaro fez toda uma campanha de marketing para a cloroquina, mesmo quando qualquer estudo já mostrava que era inútil. Agora vem querer falar de testes da Anvisa e de comprovação científica? Quem tem que falar não é o presidente ou qualquer político, é o corpo técnico, como no caso de todas as vacinas. Se ela passar na análise do corpo técnico, pouco me importa o país de origem da empresa, faço fila pra tomar a vacina. (Rodrigo Peixoto Santos)

Não entendi. O povo clamava pela vacina, aí conseguiram desenvolver a mesma e agora não querem comprar? Vai entender isso. Chega a ser bizarro. (Thiago Silva)

A situação já começou errada desde o início do contágio desta doença aqui nas terras tupiniquins. Essa doença, queira ou não, foi politizada desde o início. E nesse quesito todos os políticos, sem exceção, erraram. Ponto. (Eugenio Araujo Silva)

“Manda os governadores se vacinarem primeiro.” E vocês acham que eles não vão? Se a vacina chinesa, que é feita em parceria com o Instituto Butantan, for eficaz, é óbvio que a maioria deles vai tomar. Quem vai ficar sem seremos nós, por ignorância de quem acreditam em cloroquina, remédio de verme e ozônio contra a covid (todos sem comprovação), mas não acreditam na vacina testada no país que o próprio presidente de vocês governa. (Victor Abreu)

CORONAVÍRUS

Após dois meses, ES volta a ter mais de mil casos de Covid-19 em 24h (Cotidiano, 21/10). Parem de colocar culpa nos feriados... isso é querer ser cego enxergando. Depois que houve liberação do governo, olha as ruas, shoppings, praias, eventos com até 300 pessoas, calçadão, bares e restaurantes... todos cheios e com pessoas sem máscaras. E ainda vão continuar colocando culpa nos feriados... feriado é uma vez ao mês. E os outros 29 dias? Todo mundo é santo, todo mundo usa máscara aonde vai? Agora não se tem controle mais, e não adianta proibir porque se tornou incontrolável. (Lorena Pereira)

O povo não achou tão bom reabrir tudo, liberar tudo? Agora estão aí os resultados, ainda nem começaram. (Danubia Botelho)

O povo fala de política, mas esquece desses feriados que passaram, das praias e shoppings lotados. Os bares já tem mais de mês que andam cheios, e as festinhas? Sim, a política também não ajuda, mas o que é pior mesmo é a população que não respeita esse distanciamento. (Cristie Fonseca)

O povo não usa máscara, quando pedimos em nossos estabelecimentos debocham, questionam. Acho que está na hora de ter uma lei rigorosa quanto ao uso da máscara, porque o povo não tem empatia nenhuma, o próximo que se lasque. Fico revoltada, a pandemia não acabou! (Catia Silver)

Triste saber que se continuar aumentando o número de casos, ainda vamos perder muitas vidas até chegar a vacina. (Marlete Correia)

AUXÍLIO

Casagrande propõe força-tarefa para bancar auxílio emergencial (Economia, 21/10). Senhor governador, para de fazer campanha política. O povo precisa de emprego. A palavra já diz tudo: “auxílio”. Emprego, sim, é garantir um futuro melhor. O povo quer trabalho digno. (Jusciara Spalemsa)

Se desde o início do auxílio tivesse uma análise mais rigorosa de quem realmente precisava receber, poderia ter o pagamento por muito mais tempo. Agora quem realmente passa por necessidades pode ficar sem ter o que comer! (Valério Effgen)

Auxílio emergencial até acabar a pandemia, sim, porque as pessoas que são de grupos de risco não podem sair de casa para não correrem risco de se contaminar. Até porque esse vírus não acabou ainda. Eu apoio o governador Casagrande. (Simone Gomes)

As pessoas precisam de emprego! Não de auxílio eterno! O governo precisa criar condições para que o mercado se recupere, assim gerando maior número de empregos! (Edineu Stuhr Brieri)

Não sei se choro ou rio quando vejo alguém comentar que as pessoas não querem mais trabalhar porque preferem receber o auxílio. Quem, em sã consciência, vai deixar de querer receber salário e outros benefícios para ficar recebendo uma merreca de 600, 300 reais? Vocês falam que as pessoas estão rejeitando emprego como se no Brasil sobrasse mesmo vagas. Façam as contas de quanto uma pessoa que paga aluguel e tem filhos gasta por mês e verá que nem o salário mínimo, que é mais do que o auxílio, dá para pagar. (Carina Dias)

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.