ASSINE

"Antes tarde do que mais tarde", diz leitor sobre restrição em supermercados

O governador Renato Casagrande anunciou que os estabelecimentos, a partir de segunda-feira (20), deverão limitar o acesso de clientes, como medida de segurança na pandemia. Maioria dos leitores aprovou decisão

Publicado em 17/04/2020 às 10h00
Atualizado em 17/04/2020 às 10h00
Data: 17/03/2020 - ES - Vitória - Movimentação de pessoas no Supermercado Perim, Mata da Praia - Editoria: Cidades - Foto: Ricardo Medeiros - GZ
Movimentação de pessoas em supermercado de Vitória, em 17 de março. Crédito: Ricardo Medeiros

anúncio feito pelo governador Renato Casagrande de que os supermercados deverão limitar o acesso de clientes nos estabelecimentos a partir de segunda-feira (20), em função da pandemia de coronavírus, movimentou as redes sociais de A Gazeta. Tanto no Facebook quanto no Twitter, a maioria dos leitores comemorou a decisão, com a ressalva de que acham que ela já deveria ter sido tomada há mais tempo, desde o início da adoção de medidas que restringem a circulação de pessoas no Estado.

Mas muitas pessoas também apontaram que a nova regra terá um efeito colateral: as filas na rua. O decreto, que deve ser assinado nesta sexta-feira (17) pelo chefe do Executivo estadual, vai determinar também que exista uma marcação no chão para orientar a distância de um metro e meio entre os clientes, caso filas sejam formadas. Muitos leitores também desconfiam da capacidade de fiscalização. Já os supermercadistas estão preocupados com o prazo apertado para a implementação das novas determinações.

Veja abaixo uma seleção de comentários de leitores nas redes sociais:

Medida tomada com pelo menos um mês de atraso, mas tudo bem... Antes tarde do que mais tarde. (@gpisilreli)

Perderam muito tempo, no meu ponto de vista, desesperadora a situação dos supermercados. (Robiana Vago Xible)

Já era pra ter começado a fazer isso desde o início do confinamento. (Tiago Cunha)

Na minha opinião, não deveria nem ter decreto para obrigar supermercados a fornecerem EPI para seus funcionários. Mas na falta do bom senso, segue como obrigatório, né! (Andreza Pegoretti Simões)

Todo mundo compartilha os carrinhos, todo mundo pega na máquina de passar o cartão, é uma verdadeira suruba do vírus. (Luuh Cdzinha)

Quem foi ao supermercado na quinta anterior à Páscoa entende bem, tava impossível transitar dentro do supermercado, quem dirá manter distância segura. (@Estreinhaah)

Falta fiscalização,  não é só ditar regras. (Chris Nardi)

Demorou a fazer isso. (Gracielli Ferreira)

E a fila que vai se formar lá fora vai ter controle também. (Patricia Sant'ana Colodetti)

Tem supermercado deixando aglomerar pessoas por falta de ação planejada. Concentram caixas atendendo uns perto dos outros, por exemplo. (Raimundo Medeiros)

Exigir o uso de máscaras também seria muito bom!!! (Caroline Freitas Pittol)

Isso já era pra estar acontecendo há muito tempo (Caio Gavazza)

Vai criar aglomeração na porta igual na Caixa Econômica (Antero)

É importante limitar! Melhor agora do que continuar do jeito que vinha sendo feito, supermercados lotados, famílias inteiras dentro. A responsabilidade em parte é do governo, e na outra ponta é nossa própria consciência. (@nobre_alarissa)

Na minha cidade, isso já está acontecendo há um tempo. Mas sabe o que acontece? As pessoas aglomeram na entrada (@anamilanesa)

Era para feito há muito tempo isso, o povo está achando que supermercado é shopping para ficar passeando... se tivesse feito isso quem sabe os casos tinham diminuído (Emerson Favarato)

Em São Mateus já está assim tem  mais de uma semana.  (@SimereM)

Sou totalmente a favor de qualquer medida que ponha ordem no desrespeito que é ir a um supermercado. Tá uma festa! (Edmara Barbosa Dos Santos)

DUVIDO fiscalizar os bairros longe da zona rica da cidade... onde o povo ainda faz Festa Live, onde tem banco em pracinha com geral tomando cerveja (Jú Zanotelli Albino)

Todo mundo que é contra aglomeração já foi no supermercado pra somar estatística (Patrick Fabro Pedrone)

Parabéns, governador! Temos de ter pessoas racionais no meio político. (Almerinda Mendes Bassete)

Em alguns lugares já está sendo feito. Estive em Aracruz semana passada e tem limite de pessoas pra entrada (Anielle Fiorentini Uliana de Freitas)

Vai criar aglomeração na entrada dos supermercados. Melhor seria estender o horário de funcionamento dos supermercados, para que as pessoas pudessem ir em horários alternativos e de menor movimento, equilibrando, assim, a demanda. (@ViiCapitao)

Estão indo famílias fazer compras... idosos, crianças, isso é um absurdo! (Soll Vieira)

Misericórdia.... o povo sabe que pode fazer compras on-line. (Fátima Leandro)

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.