Melhor goleiro do Capixabão 2017, Ranule morre em acidente de avião

Ex-camisa 1 do Atlético Itapemirim estava com o time do Palmas (TO) em viagem para jogar as oitavas de final da Copa Verde. Acidente aconteceu na manhã deste domingo (24); outros quatro jogadores do clube também morreram

Publicado em 24/01/2021 às 13h43
Goleiro capixaba Ranule está entre as vítimas da queda de um avião em Palmas/TO
Goleiro capixaba Ranule está entre as vítimas da queda de um avião em Palmas/TO. Crédito: Richard Pinheiro

A queda de um avião, em Tocantins, na manhã deste domingo (24), vitimou o presidente do Palmas e quatro jogadores do clube, que na última quarta-feira (20) eliminou o Real Noroeste da Copa Verde 2020. Entre as vítimas, estava o goleiro Ranule, que, em 2017, sagrou-se campeão capixaba pelo Atlético Itapemirim.

A aeronave caiu momentos após decolar de uma pista de pouso no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, município localizado 60km ao sul de Palmas. O avião, onde também estavam os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé e Marcus Molinari, tinha acabado de decolar e acabou atingindo o solo em um matagal logo após a cabeceira da pista.

Natural de Várzea de Palma, em Minas Gerais, o goleiro de 27 anos chegou ao Atlético Itapemirim em 2016, após disputar a Série D do Brasileirão pelo Villa Nova-MG. No ano seguinte, Ranule conquistaria o título invicto do Campeonato Capixaba.

No Estadual, o mineiro esteve em campo nos 13 jogos da campanha vitoriosa do Galo da Vila, onde sofreu 10 gols e foi eleito o melhor goleiro da competição.

(Com texto da Redação do GE/ES)

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.