ASSINE

Saiba em quais situações você deve procurar um pronto-socorro

Recorrer ao atendimento emergencial por qualquer motivo, vai, muito provavelmente, deixar o local sobrecarregado com problemas que podem ser resolvidos em um consultório médico

Tempo de leitura: 3min
  • Hospital Santa Rita

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 07/01/2022 às 10h56
Pronto-Socorro Adulto Hospital Santa Rita.
Pronto-Socorro Adulto do Hospital Santa Rita: unidade atende pacientes em estado de urgência ou emergência, com risco eminente de morte. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

O pronto-socorro (PS) se destina ao atendimento a pacientes em estado de urgência ou emergência, com risco eminente de morte. Sendo assim, pessoas acidentadas, com suspeita de infarto, derrames, apendicite, pneumonia, fraturas, entre outras complicações, devem buscar atendimento ou ser encaminhadas ao PS.

De acordo com a médica coordenadora do Pronto-Socorro do Hospital Santa Rita, Gianne Murad Sudré, recorrer ao atendimento emergencial por qualquer motivo, vai, muito provavelmente, deixar o local sobrecarregado com problemas que podem ser resolvidos em um consultório médico.

Os locais de atendimento emergencial são preparados para prestar socorro ágil a quem está em risco de morte ou com um quadro clínico de urgência ou emergência.

PRONTO-SOCORRO BEM ESTRUTURADO

No Pronto-Socorro Adulto do Hospital Santa Rita, os pacientes conseguem realizar exames de imagem para auxiliar no tratamento.
No Pronto-Socorro Adulto do Hospital Santa Rita, os pacientes conseguem realizar exames de imagem para auxiliar no tratamento. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

Para prestar o mais assertivo socorro médico, o pronto-socorro precisa ser bem estruturado com equipamentos de ponta, profissionais qualificados e suporte para atendimento complementar.

Além de profissionais qualificados e equipamentos médicos de última geração, o PS do Hospital Santa Rita conta com o suporte do Complexo Cardioneurovascular, reunindo cardiologistas e neurologistas que, inclusive, darão continuidade ao tratamento dos casos de maior complexidade envolvendo problemas cardiológicos, neurológicos e vasculares.

O cardiologista e membro do Complexo Cardioneurovascular, Renato Serpa, informa que “um pronto-socorro com essa retaguarda proporciona um serviço de diagnóstico e de tratamentos eficientes”.

O paciente será avaliado, acompanhado e tratado de forma interdisciplinar e plena em todos os momentos de sua doença no pronto-socorro, na UTI, na hemodinâmica, no centro cirúrgico, nos apartamentos e nos consultórios. São especialidades afins que estão atuando de forma interdisciplinar para aumentar a excelência e a humanização do tratamento médico.

Hospital Santa Rita
Além do Complexo Cardioneurovascular, o PS do Santa Rita também tem suporte do Complexo de Diagnóstico Avançado, onde são oferecidos exames por imagem com ultrassonografia disponíveis 24 horas por dia. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

Além do Complexo Cardioneurovascular, o PS do Santa Rita também tem suporte do Complexo de Diagnóstico Avançado, onde são oferecidos exames por imagem com ultrassonografia disponíveis 24 horas, assim como exames de raios X, tomografia computadorizada e ressonância magnética, contando com médico radiologista presente no local 24 horas por dia.

Para os exames de tomografia computadorizada, o Santa Rita possui os equipamentos Aquilion Lightning SP e Aquilion Lightning SP Smart Ed, os primeiros com Inteligência Artificial em Deep Learning para reconstrução de imagens de tomografia computadorizada (AiCE) usados no Espírito Santo. Eles emitem doses de radiação mais baixas e reproduzem imagens com maior nitidez, proporcionando um exame com diagnósticos mais seguros e precisos para os pacientes. Com esses equipamentos, os pacientes com próteses metálicas também podem se submeter aos exames.

ENTENDA EM QUE SITUAÇÕES PROCURAR ATENDIMENTO EM PRONTO-SOCORRO:

  • Acidente com fratura ou perda de consciência.
  • Picada por animais peçonhentos (cobra, aranha, escorpião).
  • Mordida de animais, principalmente com cortes profundos.
  • Queimadura ou corte grave.
  • Dores agudas, desconhecidas e insuportáveis.
  • Arritmia cardíaca.
  • Sintomas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), que são:
  • Dificuldade para caminhar, fraqueza em um dos lados do corpo, fraqueza muscular, incapacidade de coordenar movimentos musculares, instabilidade, paralisia com músculos fracos, problemas de coordenação, paralisia de um lado do corpo.
  • Perda temporária da visão em um olho, súbita perda da visão, visão dupla ou visão embaçada.
  • Dificuldade de fala, fala arrastada ou perda da fala.
  • Formigamento ou redução na sensação de tato.
  • Dormência ou fraqueza muscular.
  • Tontura ou vertigem.
  • Confusão mental ou incapacidade de falar ou de entender o próprio idioma.
  • Dificuldade em engolir, dor de cabeça, fraqueza de um membro ou movimento rápido involuntário dos olhos.
  • Sintomas de dor torácica aguda:
  • Palpitação (sentir o coração acelerado, descompassado).
  • Falta de ar.
  • Crise hipertensiva.
  • Dor no peito ou no abdome.
  • Tontura atípica.
  • Dor de cabeça abrupta e fora do padrão.
  • Perda de forças.
  • Dificuldade de movimentação de um dos braços.
  • Dificuldade na fala.
  • Redução ou perda súbita de consciência.
  • Dor, palidez ou inchaço nas pernas.
  • Síndrome gripal:
  • Febre.
  • Calafrios.
  • Coriza e congestão nasal.
  • Dor de garganta.
  • Dor de cabeça.
  • Cansaço.
  • Dores no corpo.
  • Tosse.
  • Falta de ar em casos mais graves.
  • Em pacientes com Covid-19 é possível a ocorrência de sintomas gastrointestinais como diarreia, náuseas ou vômitos, além de alterações no olfato e no paladar.

ATENÇÃO: A infectologista Carolina Salume, do Hospital Santa Rita, ressalta que a síndrome gripal pode ser causada por diversos vírus, incluindo Influenza e Covid-19. “É importante procurar um pronto-socorro em caso de sinais de alarme como falta de ar, tosse intensa e persistente, febre persistente, pressão baixa, saturação abaixo de 95%”, esclarece a médica.

Este é um conteúdo de responsabilidade do anunciante.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Hospital Santa Rita de Cássia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.