ASSINE

Trânsito em viaduto de Cariacica passa a funcionar em "pare e siga"

O DER informou que a estrutura apresenta risco aos motoristas e que a segunda fase das obras de restauração da estrutura do viaduto tem previsão de início em janeiro de 2021

Vitória
Publicado em 24/11/2020 às 18h50
Atualizado em 24/11/2020 às 19h52
Imagens do trânsito no local, em sistema pare e siga
O DER iniciou as obras no viaduto do bairro Tabajara, em Cariacica. Crédito: Divulgação/DER

O trânsito no viaduto do bairro Tabajara, em Cariacica, está em sistema de pare e siga desde a manhã desta terça-feira (24). Segundo o Departamento de Edificações e Rodovias do Espírito Santo (DER-ES), o motivo é a primeira etapa das obras no viaduto, que fica na altura do quilômetro 6 da ES 080. O DER informou que a estrutura apresenta risco aos usuários, por isso o local teve que ser parcialmente interditado.

Nesta primeira etapa dos reparos,  que começou no dia 16 de novembro, acontecem as tratativas administrativas, mobilização de maquinário, treinamento de pessoal e testes de Covid-19 nos trabalhadores. Uma das pistas já foi interditada, porém, por conta do risco apresentado pela estrutura, de acordo com o órgão.

O DER informou que a segunda etapa das obras de restauração e recuperação do viaduto tem previsão de início em janeiro de 2021. A manutenção deverá ser concluída no segundo semestre do mesmo ano, em projeto que contempla o reforço da estrutura, readequação das faixas do viaduto, passagem de pedestres, vistorias em geral e reestruturação do viaduto.

Por conta das intervenções, o DER adotou algumas medidas de segurança para os motoristas que trafegam pelo local. Dentre elas, estão a implantação de redutores de velocidade, a sinalização de segurança, sistema de pare e siga para a manutenção de tráfego em uma pista, bem como monitoramento contínuo para a segurança das comunidades do entorno, até a finalização do projeto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.