ASSINE

Manifestação contra violência causa trânsito na Reta da Penha, em Vitória

Cerca de 100 pessoas participaram do protesto que gerou congestionamento em ruas da cidade durante a tarde desta quinta-feira (20)

Publicado em 20/02/2020 às 17h01
Atualizado em 20/02/2020 às 17h30
Manifestação nesta quinta-feira (20) é contra a violência nas periferias de Vitória. Crédito: Fernando Madeira
Manifestação nesta quinta-feira (20) é contra a violência nas periferias de Vitória. Crédito: Fernando Madeira

Um grupo de moradores do Bairro da Penha fez um protesto em frente à Chefatura da Polícia Civil, em Vitória, na tarde desta quinta-feira (20). A manifestação era contra a violência registrada em periferias da Capital e deixou o trânsito lento na região, embora não tenha ocorrido interdições. A ação terminou por volta das 17h10.

Os manifestantes se concentraram na praça do Bairro da Penha às 15h, passaram pela pracinha de Itararé e pela Avenida Nossa Senhora da Penha (Reta da Penha), até chegarem à sede da Chefatura da Polícia Civil. No local, jovens seguraram cartazes questionando a violência e atiraram tinta vermelha no chão, representando as mortes registradas nas periferias

Manifestação nesta quinta-feira (20) é contra a violência nas periferias de Vitória. Crédito: Fernando Madeira
Manifestação nesta quinta-feira (20) é contra a violência nas periferias de Vitória. Crédito: Fernando Madeira

Conselheira do Movimento Nacional dos Direitos Humanos, Galdene Santos participou da ação. “A comunidade sofre com violência policial todos os dias. Viemos prestar nosso apoio às famílias e à comunidade em geral. Buscamos trazer um caráter de política publica, queremos promover um diálogo da sociedade com os órgãos públicos em relação à segurança”, afirmou.

Uma das organizadoras do movimento, Crislayne Zeferina garantiu que o objetivo do protesto era pedir paz nas comunidades. "Não é apenas pela morte do jovem (Caio), que foi só mais uma de muitas que ocorrem", defendeu. O rapaz citado é Caio Matheus da Silva Santos, de 17 anos, que morreu na última sexta-feira (14), em uma ação policial no bairro Bonfim, em Vitória.

Manifestação nesta quinta-feira (20) é contra a violência nas periferias de Vitória. Crédito: Fernando Madeira
Manifestação nesta quinta-feira (20) é contra a violência nas periferias de Vitória. Crédito: Fernando Madeira

De acordo com investigações da Polícia Civil, o rapaz tinha importante atuação no tráfico de drogas na Região do Complexo da Penha, cuja morte teria motivado os ataques às principais avenidas da Capital, na semana passada, quando houve tiroteios, toques de recolher e incêndios a carros e ônibus.

A Gazeta procurou a Polícia Civil para comentar a manifestação desta tarde, mas ainda não obteve retorno. Assim que for respondida, essa publicação será atualizada.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.