ASSINE

Caminhão-tanque tomba e parte do combustível vaza na BR 101, em Sooretama

Segundo a PRF, o motorista do veículo saiu ileso. Houve interdição da pista durante a madrugada e a via foi totalmente liberada por volta das 5h30

Tempo de leitura: 2min
Linhares
Publicado em 14/01/2022 às 08h10
Atualizado em 14/01/2022 às 16h30
Trecho da BR 101 onde ocorreu o acidente
Trecho da BR 101 onde ocorreu o acidente. Crédito: Reprodução/Google Maps

Um caminhão-tanque tombou em uma ribanceira na madrugada desta sexta-feira (14) no km 110 da BR 101, em Sooretama, no Norte do Espírito Santo. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do veículo saiu ileso. Por conta do acidente, houve vazamento de parte do combustível às margens da pista.

O caminhão estava carregado com 5 mil litros de diesel e 15 mil litros de gasolina. O condutor teria dormido ao volante e invadido a contramão antes do caminhão cair e tombar, segundo a PRF. O acidente ocorreu por volta das 3h. Houve interdição da pista, que foi totalmente liberada a partir das 5h30.

O QUE DIZ O IEMA

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) infomou que está no local do acidente, e uma equipe técnica  acompanha a situação.

A reportagem solicitou informações sobre a possibilidade de haver algum impacto ao meio ambiente na região devido ao vazamento. O Iema, no entando, ao contrario do que disse a PRF, infirmou que não houve rompimento, estando o produto ainda contido dentro dos tanques. A nota enviada pelo orgão também afirma:

"O Iema lavrou auto de intimação, determinando que a empresa responsável pelo caminhão promova a transferência do produto para outro veículo adequado e realize a contenção preventiva, para evitar vazamento durante a transferência dos combustíveis. Foi solicitado ainda, por meio do auto de intimação, documentação referente à licença ambiental para o transporte e a comprovação de que o condutor está apto a realizar transporte de produtos perigosos, além do replantio da vegetação na margem da rodovia, para evitar processo de erosão no local. A seguradora da empresa responsável informou aos técnicos do Iema que está enviando ao local uma equipe especializada para a transferência dos produtos para outro caminhão, para só então a pista ser liberada."

Atualização

14 de Janeiro de 2022 às 16:30

O Iema informou que uma equipe técnica acompanha a situação, e enviou uma nota sobre o caso. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.