ASSINE

Caminhão fica sem freio e carga de pedras atinge casas em Colatina

Motorista disse que entrou no município para evitar acidente mais grave na BR 259, no final da tarde deste domingo (16); ninguém ficou ferido

Publicado em 16/05/2021 às 20h38
Pedras que estavam sendo levadas na carreta atingiram duas casas do bairro Maria das Graças, em Colatina
Pedras que estavam sendo levadas na carreta atingiram duas casas do bairro Maria das Graças, em Colatina. Crédito: Heriklis Douglas

Duas casas ficaram parcialmente destruídas depois de serem atingidas por várias pedras que estavam sendo carregadas por uma carreta desgovernada. O acidente aconteceu no final da tarde deste domingo (16), em Colatina, no Noroeste do Estado. Apesar do prejuízo material, ninguém ficou ferido.

De acordo com informações da Polícia Militar, o veículo seguia na BR 259, no sentido Vitória. Quando chegou no trevo de Santa Helena, o motorista ficou sem freio e decidiu entrar para o bairro Maria das Graças. Em uma curva da Rua Vitorino Costa, a carga tombou e atingiu ambas as residências.

Duas casas ficaram destruídas no acidente que aconteceu no final da tarde deste domingo (16), em Colatina
Duas casas ficaram destruídas no acidente que aconteceu no final da tarde deste domingo (16), em Colatina. Crédito: Leitor de A Gazeta

Sem querer gravar entrevista, o motorista da carreta contou à reportagem da TV Gazeta que tomou essa atitude para evitar um acidente mais grave na rodovia, quando viu que não conseguiria fazer a curva no trevo. Ele seguia de Governador Valadares (MG) para a cidade de Serra, na Grande Vitória.

Imagens feitas no local mostram que o veículo conseguiu parar a alguns metros à frente das casas, com toda a lateral esquerda destruída. As pedras que caíram destruíram completamente a fachada de uma das residências, levando o portão de ferro para o interior da garagem, e chegaram a interditar a via.

Caminhão parou a alguns metros à frente das casas atingidas em Colatina
Caminhão parou a alguns metros à frente das casas atingidas em Colatina. Crédito: Leitor de A Gazeta

Moradora de uma das residências atingidas, a aposentada Laura dos Santos Cosme disse que havia chegado de viagem pouco antes do acidente acontecer. "Não tinha nem um minuto que eu saltei e tornei a voltar para dentro do carro. Eu tinha passado duas bolsas grandes. Foi um livramento", desabafou.

CASA FOI ATINGIDA PELA TERCEIRA VEZ

Na região, pessoas reclamaram que o trecho é perigoso. A aposentada Laura dos Santos Cosme recordou-se que a casa vizinha já havia sido atingida outras duas vezes. "A primeira foi uma pedra que atingiu a varanda e a segunda foi há uns dois ou três meses, quando caiu cimento", lembrou.

Colatina acidente BR 259 colatina trânsito

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.