ASSINE

Vídeo: motociclista se arrisca em manobra proibida na Terceira Ponte

O homem fica em pé sobre o banco, com as mãos fora do guidão, e depois empina a moto, enquanto uma pessoa, também de moto, filma ao lado

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 16/05/2021 às 12h44
Atualizado em 16/05/2021 às 15h59
Homem se arrisca na Terceira Ponte, em manobra com moto
O piloto levantou-se com a moto em movimento na descida da Terceira Ponte no sentido Vila Velha. Ao lado, outro filmava a manobra proibida. Crédito: Leitor

Dois motociclistas se arriscaram na tarde do último sábado (15) na Terceira Ponte, na descida para Vila Velha, para realizar acrobacias, em um horário em que dezenas de outros motoristas trafegavam pela pista. Em uma manobra ilegal, que pode suspender o direito de dirigir, a apreensão do veículo, além de multa de R$ 2.934,70, um dos motociclistas fica em pé sobre a moto em velocidade, enquanto um amigo filma com um celular o movimento.

A ação assustou algumas pessoas que estavam na ponte no momento da manobra. O ato aconteceu por volta das 13h. Inicialmente, um grupo de motociclistas ocupou as duas pistas no sentido Vitória-Vila Velha em baixa velocidade, congestionando os carros atrás do comboio e criando um espaço sobre a ponte, à frente dele. Em seguida, um dos motociclistas toma a dianteira e faz a manobra. Além de ficar em pé sobre o banco, com as mãos fora do guidão, por pelo menos 15 segundos, o homem ainda empina a moto.

VEJA A OUSADIA

"No início era como se estivessem desfilando, bem devagar mesmo. Estava no carro com minha família e fiquei com receio, confuso, sem saber o que eles iriam fazer", conta um motorista que presenciou a cena.

Segundo o Código Brasileiro de Trânsito, utilizar-se de veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa é considerada infração gravíssima, cuja multa aplicada (de R$ 293,47) tem fator multiplicador em dez vezes. A legislação diz ainda que o ato, se reincidente em menos de 12 meses, pode gerar a cassação definitiva da carteira de habilitação.

Filmar ou se utilizar do celular com uma das mãos enquanto dirige também é proibido pela legislação, considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47.

Em nota, a Rodosol informou que a manobra foi realizada num intervalo curto de tempo, não causou interferência no tráfego e não foi possível identificar, pelas câmeras, a placa da motocicleta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.