ASSINE

Chuva no ES: criança é soterrada em Iúna

O corpo da criança foi encontrado na manhã deste sábado (25) e será encaminhado ao Departamento Médico Legal

Publicado em 25/01/2020 às 08h17
Atualizado em 30/01/2020 às 12h19

Uma criança morreu após ser soterrada em Iúna, na região do Caparaó capixaba, após as fortes chuvas que castigaram a região entre a noite de sexta-feira (24) e a manhã deste sábado (25). A afirmação é do tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Carlos Wagner. O corpo da criança foi encontrado na manhã deste sábado e será encaminhado, pelo helicóptero do Notaer, ao Departamento Médico Legal. Sexo e idade da vítima não foram divulgados.

Segundo informações da Defesa Civil, a fatalidade ocorreu na localidade de Córrego Santa Clara.

Além do caso envolvendo a criança, outros dois soterramentos após deslizamentos de terra foram registrados na região do Caparaó: 

Também em Iúna, duas residências desabaram. Em uma estavam um casal de idosos com uma criança. Na outra, estava um homem, que fraturou o braço. As quatro vítimas foram socorridas por populares. 

De acordo com tenente-coronel, Irupi, Iúna, Castelo, Venda Nova do Imigrante e Muniz Freire foram algumas das cidades mais castigadas pelas chuvas. Há várias ocorrências de alagamentos em residências, órgãos públicos e rodoviárias. 

DESABRIGADOS E DESALOJADOS

Segundo Carlos Wagner, há desabrigados e desalojados em Iúna, Muniz Freire, Ibatiba, Dores do Rio Preto, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Guaçuí, Ibitirama, São José do Calçado e Alegre.  O número exato ainda não foi divulgado.

RODOVIAS INTERDITADAS

Segundo o coronel, foram registradas quedas de barreira com interdição total na BR 262, nos quilômetros 71, 82 e 86, e também no trevo de Iúna. Uma queda de barreira também interditou a rodovia estadual que liga a comunidade de Victor Hugo, em Marechal Floriano, a São Bento de Urânia, em Alfredo Chaves.

Uma queda de árvore interditou parcialmente a rodovia que liga Afonso Cláudio à comunidade de Barcelos. "Há 55 alertas de risco para o Espírito Santo. Pedimos à população capixaba que evite se deslocar para essas áreas do extremo Sul do Estado a não ser que haja extrema necessidade", pediu o tenente-coronel.

MUTIRÃO EM ICONHA

O mutirão de limpeza em Iconha está mantido para este sábado (25), porém parte da equipe de bombeiros será remanejada para atender as novas ocorrências, uma vez que a situação se agravou no Sul.

"Estamos fazendo uma modificação no plano estabelecido na limpeza de Iconha. Homens do Exército Brasileiro, da Marinha e do Corpo de Bombeiros que trabalhariam no mutirão de hoje (sábado) estão sendo deslocados para atendimento dessas pessoas. Estamos juntando todos os esforços necessários para atender os municípios afetados", afirmou Carlos Wagner.  "Uma aeronave militar está em Iconha, onde também está o governador do Estado e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, para traçar ações a serem empregadas nas idades afetadas pelas chuvas desta sexta para sábado."

Segundo o tenente-coronel, há 325 militares em Iconha e 500 voluntários para a limpeza da cidade.

(Com informações de Raquel Lopes)

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.