ASSINE

Chuva no ES: cidades afetadas convocam veterinários voluntários

Os profissionais poderão atuar no atendimento de animais, auxiliando na administração de medicação e na alimentação

Publicado em 22/01/2020 às 19h30
Situação dos animais após fortes chuvas no Sul do Estado também preocupa. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
Situação dos animais após fortes chuvas no Sul do Estado também preocupa. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)

Os municípios ao Sul do Estado que foram afetados pelas fortes chuvas convocam estudantes e médicos veterinários para trabalhar de forma voluntária. Os profissionais poderão atuar no atendimento de animais, auxiliando na administração de medicação e na alimentação.

A situação dos animais na cidade de Iconha é mais crítica e os trabalhos na região estão sendo coordenados pelo Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD), organizado pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, em conjunto com representantes do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Espírito Santo (CRMV-ES).

“No momento, precisamos de cerca de três médicos-veterinários por dia para revezar nas equipes de atendimento, visita nas casas afetadas e pessoas ilhadas com animais que estão precisando de cuidados. Para isso, precisamos que os interessados entrem em contato com o CRMV-ES”, pondera o coordenador do GRAD Enderson Barreto. O GRAD atuou no atendimento aos animais na tragédia de Brumadinho e Mariana em Minas Gerais.

Resgate de animais no Sul do Estado. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
Resgate de animais no Sul do Estado. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)

Segundo Marcus Campos Braun, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Espírito Santo (CRMV-ES), o órgão está atuando para ajudar no que for possível.  "Todos os dias, cerca de quatro equipes vão a um dos municípios atender os animais, além de levar ração. o Conselho pede ajuda de médicos veterinários e estudantes de medicina veterinária. É claro que a vida humana deve ser a primeira a ser cuidada após as fortes chuvas que atingiram a Região Sul do Estado. Mas os animais também precisam de ajuda."

Os atendimentos aos animais são feitos no local pelos veterinários e os que estão em situação de vulnerabilidade são encaminhados para clínicas veterinárias parceiras.

Resgate de animais no Sul do Estado. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
Resgate de animais no Sul do Estado. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)

COMO AJUDAR

Para ajudar os animais atingidos, estão sendo levantadas doações em dinheiro para custear vacinas, vermífugos e os custos de transporte e alimentação das pessoas que estão trabalhando na região. As doações podem ser feitas para o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal e o comprovante de depósito deve ser enviado para [email protected], com o assunto "AJUDA ES", para que a doação seja registrada na instituição.

Equipe de resgate cuida dos animais que sofreram com as fortes chuvas no Sul do Estado. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
Equipe de resgate cuida dos animais que sofreram com as fortes chuvas no Sul do Estado. Crédito: GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)

Além dos médicos-veterinários, os estudantes também podem participar. Os interessados em atuar como voluntários podem entrar em contato com o Conselho pelo e-mail [email protected], com o assunto “Voluntário”. No e-mail é preciso que os interessados informem nome, telefone, número do CRMV-ES, atuação profissional e datas disponíveis para o trabalho voluntário. Já os estudantes de medicina veterinária devem informar nome, telefone, instituição de ensino, número de matrícula e datas disponíveis.

INFORMAÇÕES PARA VOLUNTÁRIOS

  • Enviar e-mail para [email protected] com o assunto “VOLUNTÁRIO”
  • Médicos-Veterinários: Nome, telefone, número do CRMV-ES, atuação profissional, datas disponíveis.
  • Estudantes de medicina veterinária: Nome, telefone, instituição de ensino, número de matrícula e datas disponíveis.

DOAÇÃO EM DINHEIRO

  • Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal
  • Banco Bradesco (237)
  • Agência: 1239-4
  • Conta: 6264-2
  • CNPJ: 04.085.146/0001-38

PRODUTOS PARA DOAÇÃO

O CRMV-ES é ponto de coleta de doação de medicamentos, alimentos e produtos de higiene pessoal e de limpeza que será destinado para a população e os animais das cidades de Iconha, Alfredo Chaves, Vargem Alta e Rio Novo do Sul, que foram atingidas pelas fortes chuvas no Sul do Estado.

  • Endereço: Rua Cyro Lima, 125, Enseada do Suá, Vitória
  • Horário: 8h às 16h30
  • Doações:
  • Colchão (principal)
  • Arroz
  • Pó de café
  • Feijão
  • Fubá
  • Sal
  • Biscoito
  • Açúcar
  • Material de limpeza (sabão em pó, bucha, vassoura, pano de chão e rodo)
  • Pasta de dente
  • Papel higiênico
  • Escova de dente
  • Ração
  • Vermífugos
  • Vacinas
  • Antibióticos e anti-inflamatórios
  • Cobertores
  • Galocha/bota de borracha
  • Seringas
  • Agulha 25x7
  • Luvas de procedimentos P, M e G
  • Esparadrapo
  • Atadura
  • Gaze
  • Algodão
  • Álcool
  • Iodo povidine

Resgate de animais no Sul do Estado

undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined. GRAD (Grupo de Resgate de animais em desastres)
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined
undefined

A Gazeta integra o

Saiba mais
Chuva no ES Iconha chuva es sul

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.