ASSINE

Vice-prefeita de Vitória assume interinamente a Secretaria de Cultura

Capitã Estéfane assume até um titular ser definido. Ex-prefeito de Colatina Sérgio Meneguelli havia sido convidado para comandar a pasta, mas não aceitou

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 09/02/2021 às 15h16
Atualizado em 09/02/2021 às 23h59
Capitã Estéfane, vice de Lorenzo Pazolini, prefeito eleito de Vitória
Capitã Estéfane, vice de Lorenzo Pazolini, prefeito de Vitória . Crédito: Carlos Alberto Silva

O prefeito de VitóriaLorenzo Pazolini (Republicanos), designou a vice-prefeita, Capitã Estéfane Ferreira (Republicanos), para responder pelo cargo de secretária de Cultura do município. O decreto que oficializou a escolha foi publicado nesta terça-feira (09) no Diário Oficial do município. A permanência da vice-prefeita na função, no entanto, é temporária, enquanto um titular para a pasta não é definido.

Também interinamente, a secretaria até então era chefiada por Luciano Picoli Gagno (SD), que foi nomeado subsecretário de Cultura no dia 15 de janeiro. Ele acumulava as duas funções.

Na última semana, Pazolini chegou a convidar o ex-prefeito de Colatina Sérgio Meneguelli (Republicanos) para ser o secretário municipal de Cultura. Além de ter conquistado popularidade, principalmente nas redes sociais, no período em que foi prefeito, Meneguelli conviveu no núcleo cultural nos anos 1980 e 1990, quando foi ator de teatro e costumava organizar festivais e bailes em Colatina, antes de entrar na vida política, em 2004.

Este vídeo pode te interessar

No entanto, o correligionário recusou o convite. Meneguelli deve disputar uma vaga de deputado estadual ou até de senador nas eleições de 2022.

Capitã Estéfane é militar desde os 18 anos e passou para a reserva da PM após ser diplomada vice-prefeita.

ACÚMULO DE FUNÇÕES, MAS NÃO DE REMUNERAÇÕES

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Vitória para saber se ela possui experiência na área da Cultura e se acumularia remunerações dos cargos de vice e secretária.

Por meio de nota, a prefeitura informou que "com a reabertura dos espaços culturais de Vitória, como a Fafi, o Museu Capixaba do Negro, o Museu do Pescador, a Casa Porto das Artes Plásticas e ações on-line voltadas para o carnaval, as demandas na pasta cresceram substancialmente, motivo que levou o prefeito, Lorenzo Pazolini, a designar sua vice-prefeita para que possa colaborar com as atividades, enquanto não se define um titular para a pasta. Não haverá nenhuma remuneração extra pelo acúmulo da função".

Atualização

9 de Fevereiro de 2021 às 17:28

A primeira versão deste texto informava que a vice-prefeita de Vitória, Capitã Estéfane, havia sido nomeada secretária municipal de Cultura de Vitória. Após a publicação deste texto, a prefeitura informou que a designação para o cargo é temporária, até que um titular seja definido.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.