ASSINE

PSL confirma Amarildo Lovato como candidato a prefeito em Vila Velha

Para vice, partido definiu o nome do coronel da PM Carlos Alberto Foresti, o coronel Foresti, formando uma chapa puro-sangue

Publicado em 07/09/2020 às 17h55
Amarildo Lovato ao centro, com o deputado Alexandre Quintino (à esquerda) e o vice da chapa, coronel Foresti (à direita)
Amarildo Lovato ao centro, com o deputado Alexandre Quintino (à esquerda) e o vice da chapa, coronel Foresti (à direita). Crédito: Divulgação / PSL Vila Velha

O Partido Social Liberal (PSL) de Vila Velha confirmou, em convenção realizada nesta segunda-feira (7), o empresário Amarildo Lovato como candidato a prefeito do município pela sigla. Como vice, foi escolhido o coronel da Polícia Militar Carlos Alberto Foresti, filiado ao partido durante a convenção, formando uma chapa puro-sangue.

Amarildo Lovato, que é o presidente do partido em Vila Velha, afirmou que o PSL não fará coligações. "A gente vai trabalhar com equipe técnica, por isso não fizemos nenhum tipo de coligação. A gente não está aqui para negociar espaço na prefeitura, mas, sim, para fazer uma gestão técnica", disse.

Também esteve presente na convenção o presidente estadual do PSL, deputado Alexandre Quintino, além de apoiadores e membros do partido.

O CANDIDATO

Amarildo Lovato tem 57 anos, é administrador e empresário. Mora em Vila Velha há 50 anos, quando a família chegou na região da Glória vinda do município de Castelo. Hoje morador da Praia da Costa, Lovato afirma que o projeto de governo será baseado na geração de emprego na cidade.

"Nosso projeto principal é gerar emprego, cuidar melhor da saúde. Ter uma saúde com mais dignidade. Na questão da segurança pública, a gente está fazendo uma parceria boa com a Polícia Militar, vai procurar a Guarda Municipal de Vila Velha, com a Polícia Civil, para a gente ter mais segurança na cidade. E, na educação, vamos buscar pessoas que sabem fazer gestão na área”, destacou.

Na convenção, o PSL também anunciou os candidatos para o cargo de vereador na cidade. Serão 26 postulantes a uma vaga no Legislativo, sendo 18 homens e oito mulheres. "Nossa intenção é emplacar dois ou três vereadores, mas vamos trabalhar pois queremos muito mais", finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.