Wagner Borges confirma pré-candidatura a prefeito de Vila Velha

Apesar da confirmação, Borges ainda não definiu por qual partido disputará a Prefeitura de Vila Velha. Representantes de cinco siglas estiveram no evento para apoio, além do deputado federal Da Vitória e do senador Marcos Do Val

Publicado em 07/09/2020 às 16h12
Atualizado em 07/09/2020 às 19h57
O tenente-coronel Wagner Borges (em pé) no evento em que anunciou a pré-candidatura a prefeito de Vila Velha
O tenente-coronel Wagner Borges (em pé) no evento em que anunciou a pré-candidatura a prefeito de Vila Velha. Crédito: Divulgação

O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Wagner Borges, confirmou a sua pré-candidatura a prefeito de Vila VelhaA informação já havia sido adiantada pelo colunista Vitor Vogas. O evento em que ele anunciou o desejo de disputar a prefeitura do município canela-verde foi realizado na manhã desta segunda-feira (7), em um hotel na Praia da Costa.

"Anunciei a pré-candidatura após andar por todos os bairros da cidade conversando com as pessoas, entendendo as dificuldades e angústias que as pessoas vem vivendo. E isso fez com que a gente pudesse tomar essa decisão. Me reuni ontem (domingo) com a minha família, na presença de Deus também, e a gente resolveu vir pré-candidato. Uma decisão em família, em conjunto", disse.

Apesar de confirmar ser pré-candidato a prefeitura de Vila Velha, Borges ainda não definiu por qual sigla disputará a cadeira de prefeito na cidade. No entanto, pretendentes não faltam. Em conversa com a reportagem, o militar citou pelo menos cinco partidos que estiveram representados no evento desta segunda-feira.

"Começo a conversar com partidos a partir de hoje. Estiveram no evento representantes do PL, do Magno Malta, que não pode estar presente; do Avante; do PTB; do PMB e do PMN. Estiveram lá e ofereceram o partido para que eu pudesse disputar eventualmente a candidatura por eles. Todos eles disseram que estariam me apoiando independentemente do partido político que eu viesse a escolher", afirmou.

Além desses, parlamentares capixabas no Congresso estiveram no evento e, segundo Borges, declararam apoio. É o caso do deputado federal Da Vitória (Cidadania) e do senador Marcos Do Val (Podemos).

Entre os principais pontos do projeto de governo destacados pelo pré-candidato está a criação de uma secretaria exclusiva para o atendimento a mulher, criança e adolescente; e também uma pasta voltada para a prevenção de desastres na cidade.

"Tem muita mulher e criança sendo vítimas de abuso físico e emocional. Elas precisam de um suporte, mas não só médico e hospitalar, mas um suporte de preparação para integrar as mulheres no mercado de trabalho, das crianças desenvolverem um esporte que vise tirá-las do tráfico. A outra secretaria é a de gerenciamento de riscos e desastres. Andando por Vila Velha, percebemos várias localidades com riscos de casas caírem, locais de grande concentração de alagamentos. Essas famílias precisam de uma atenção especial", destacou.

Sobre o vice para compor a chapa, Borges afirmou que ainda não tem um nome definido, mas que busca alguém com o mesmo perfil. "Alguém que tenha um histórico de atenção à vida, mesmo que não seja político. Uma pessoa do bem, que lute pelos princípios de família, pelos cristãos e que tenha humildade", finalizou.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.