ASSINE

Presidente estadual do Republicanos e ex-secretários de Hartung na equipe de Pazolini

Prefeito eleito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos) anunciou nesta quarta-feira (23) nomes de futuros secretários e subsecretária

Publicado em 23/12/2020 às 15h44
Atualizado em 24/12/2020 às 14h42
Aridelmo Teixeira, Valéria Morgado, Lorenzo Pazolini, Capitã Estéfane, Roberto Carneiro e Marcelo Oliveira em anúnico de secretariado
Aridelmo Teixeira, Valéria Morgado, Lorenzo Pazolini, Capitã Estéfane, Roberto Carneiro e Marcelo Oliveira em anúnico de secretariado. Crédito: Flávia Mancilha/Assessoria de Imprensa

O prefeito eleito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos), anunciou, nesta quarta-feira (23), os nomes de três secretários e de uma subsecretária que vão compor a equipe a partir de janeiro.

Todos já tiveram passagens pelo governo do Estado durante a gestão de Paulo Hartung (então filiado ao MDB e hoje sem partido). 

O presidente estadual do Republicanos, Roberto Carneiro, que já foi secretário de Esportes e subsecretário da Casa Civil de Hartung, vai estar à frente da pasta de Governo em Vitória.

O secretário de Desenvolvimento da Cidade será Marcelo Oliveira, que foi secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), também na gestão Hartung.

Pazolini ainda anunciou o empresário Aridelmo Teixeira como futuro secretário da Fazenda e a jornalista Valéria Morgado para comandar a Subsecretaria de Comunicação. Valéria também foi superintendente adjunta de Imprensa e Mídias Sociais do governo do Espírito Santo sob Hartung.

Pazolini anuncia secretários para a Prefeitura de Vitória

Prefeito eleito de Vitória, Lorenzo Pazolini; vice-prefeita eleita, Capitã Estéfane; futuro
Lorenzo Pazolini e Capitã Estéfane, com Regis Mattos, Juliana Rohsner e Gustavo Perin, que estarão na equipe da Prefeitura de Vitória em 2021. Natalia Devens
Aridelmo Teixeira, Valéria Morgado, Lorenzo Pazolini, Capitã Estéfane, Roberto Carneiro e Marcelo Oliveira em anúnico de secretariado
Aridelmo Teixeira, Valéria Morgado, Lorenzo Pazolini, Capitã Estéfane, Roberto Carneiro e Marcelo Oliveira em anúncio de secretariado. Flávia Mancilha/Assessoria de Imprensa
Delegado de Polícia Ícaro Ruginski foi o 1º secretário anunciado para a equipe de Lorenzo Pazolini
Delegado de Polícia Ícaro Ruginski foi o 1º secretário anunciado para a equipe de Pazolini, para comandar a pasta de Segurança Urbana. Ana Clara Morais
Régis Mattos Teixeira, secretário de gestão, planejamento e comunicação de Vitória
Régis Mattos Teixeira será secretário de Gestão e Planejamento de Vitória. Carlos Alberto Silva
Juliana Rohsner Vianna Toniati, nova secretária municipal de educação de Vitória
Juliana Rohsner Vianna Toniati, futura secretária municipal de educação de Vitória. Carlos Alberto Silva
Gustavo Perin Medeiros Teixeira, secretario de obras e habitação de Vitória
Gustavo Perin Medeiros Teixeira, será secretário de Obras e Habitação de Vitória. Carlos Alberto Silva
Aridelmo Teixeira (Novo), empresário, fará parte da equipe de transição de Pazolini
Aridelmo Teixeira (Novo), empresário, será secretário da Fazenda de Vitória. Carlos Alberto Silva
Roberto Carneiro, presidente do partido Republicanos
Roberto Carneiro, presidente do partido Republicanos, será secretário de Governo de Vitória. Carlos Alberto Silva
Marcelo de Oliveira será secretário de Desenvolvimento da Cidade, em Vitória, na gestão de Pazolini
Marcelo de Oliveira será secretário de Desenvolvimento da Cidade, em Vitória, na gestão de Pazolini. Flávia Mancilha/Assessoria de Comunicação
Marcelo de Oliveira será secretário de Desenvolvimento da Cidade, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini. Flávia Mancilha/Assessoria de Comunicação
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini
Valéria Morgado será subsecretária de Comunicação, em Vitória, na gestão de Pazolini

Aridelmo, Carneiro e Oliveira já fazem parte da equipe de transição do prefeito eleito. Valéria Morgado atuou na campanha de Pazolini.

Aridelmo quase foi secretário de Educação durante parte do governo Hartung, chegou a ser anunciado, mas acabou não ingressando no primeiro escalão depois que Haroldo Corrêa Rocha decidiu permanecer no comando da pasta. Aridelmo também participou da elaboração do projeto Escola Viva, um dos carros-chefe do governo. Agora filiado ao Novo, Aridelmo Teixeira disputou o governo do Estado pelo PTB em 2018.

Para ele, um dos grandes desafios de sua pasta será gerir o orçamento, diante da instabilidade da pandemia de Covid-19. A prefeitura vai precisar contar com os recursos da chamada "reserva de contingência", que é uma espécie de "folga" que o Poder Executivo costuma deixar no orçamento para poder usar esses recursos em caso de emergência financeira. Para 2021, haverá R$ 11 milhões.

"Essa mobilidade é devido à dificuldade de se prever algumas situações a longo prazo, e protege o cidadão, para a gente ter mais facilidade de alocar o dinheiro aonde efetivamente precisa", explicou.

Já o futuro secretário Marcelo de Oliveira diz que entra para a gestão com três principais metas: criar uma ferramenta de redução contínua dos prazos de licenças e alvarás, iniciar um estudo de requalificação do Centro de Vitória, para que ela volte a ter protagonismo, e desenvolver um programa de regularização fundiária, para facilitar a obtenção de escrituras.

"A gente precisa fazer com que a secretaria seja um facilitador para o cidadão e para o empreendedorismo. Diminuir a discricionariedade que o empreendedor sofre, em que um fiscal pede uma coisa, depois outro faz novas exigências. Um pingue-pongue entre a fiscalização e o empreendedorismo. A gente precisa acabar com isso", afirmou.

Já a Secretaria de Governo, a ser comandada por Carneiro, é a responsável pelas articulações com a comunidade e com a Câmara Municipal,  ajudando o prefeito na coordenação dos projetos estratégicos para a cidade. Carneiro já está em diálogo permanente com os vereadores eleitos, mas afirma não estar participando das discussões sobre a eleição da Mesa Diretora do Legislativo. 

Segundo Pazolini, ele buscará diálogo com os vereadores sempre que houver a necessidade de aprovação de projetos do Executivo. "Nossa linha vai ser de diálogo para aprovar nossos projetos. Dar explicações técnicas, fundamentos, apresentar motivos e também estamos abertos ao convencimento. Tenho que ser coerente com minha atuação na Assembleia. Sempre cobrei muito, nos últimos anos, quando não havia explicação para alguma medida", destacou.

OUTROS NOMES

Os quatro nomes se juntam a Ícaro Ruginski, que vai assumir a Secretaria de Segurança, Juliana Rohsner, na Secretaria de Educação, Gustavo Perin, na Secretaria de Obras e Habitação, e a Regis Mattos, que comandará a Secretaria de Gestão, Planejamento e Comunicação.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.