ASSINE

PF realiza buscas, mas não encontra Lucas Tristão no Rio de Janeiro

Capixaba é ex-secretário estadual do governo de Wilson Witzel. Mandado de prisão ainda não foi cumprido. Governador do Rio foi afastado do cargo nesta sexta

Publicado em 28/08/2020 às 10h37
Atualizado em 28/08/2020 às 13h00
27/01/2020 - O secretário de Desenvolvimento Econômico Lucas Tristão, fala sobre a licença de instalação da usina termelétrica GNA II, no Porto do Açu, durante reunião no Palácio Guanabara
Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Janeiro, o capixaba Lucas Tristão é um dos alvos da operação. Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal realizaram buscas na manhã desta sexta-feira (28) em dois endereços do ex-secretário estadual de Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro, Lucas Tristão, na Barra da Tijuca. No entanto, ele não foi localizado. O advogado capixaba é alvo de mandado de prisão na Operação Tris in Idem, deflagrada nesta manhã no Rio de Janeiro. 

Segundo informações do G1, em uma das residências, os procuradores do MPF chamaram um chaveiro para abrir a porta. Tristão não estava no local.  

A mesma ação afastou, por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o governador do Estado, Wilson Witzel (PSC), por 180 dias. Além disso, o presidente do partido, pastor Everaldo foi preso. Há mandados para serem cumpridos no Espírito Santo, segundo a Polícia Federal.

A ação desta manhã é um desdobramento da Operação Placebo, que aconteceu em maio e apurava um suposto esquema de desvios de recursos públicos destinados ao combate ao coronavírus no Rio. Segundo a Procuradoria Geral da República,  Witzel está "no vértice da pirâmide" dos esquemas de fraudes investigados no Estado fluminense.

Já Lucas Tristão estaria envolvido no repasse de pagamentos ilícitos. Ele foi citado nas delações do ex-secretário de Saúde Edmar Santos. 

RELAÇÃO DE TRISTÃO E WITZEL

O ex-secretário estadual era braço direito do governador afastado Wilson Witzel. Ele foi advogado da campanha e um dos principais articuladores da campanha em 2018. Witzel e Tristão se conheceram no Espírito Santo, quando o governador dava aulas em uma faculdade de Direito em Vila Velha. Ele era professor de Tristão. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.