ASSINE

Na oposição, pré-candidatos à Prefeitura de Vitória formam aliança

A Aliança Cívica por Vitória reúne Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB) e Roberto Martins (Rede) e tenta atrair outros pré-candidatos

Publicado em 29/07/2020 às 15h53
Atualizado em 29/07/2020 às 16h56
Pré-candidatos à prefeitura, Roberto Martins e Luiz Paulo Velloso fazem parte da Aliança
O ex-prefeito Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB), de paletó;  o deputado estadual Emílio Mameri (PSDB), de azul; o vereador Roberto Martins (Rede), de camisa polo, e a porta-voz nacional da Rede, Lais Garcia, aparecem em primeiro plano na foto da "Aliança Cívica". Crédito: Divulgação

Pré-candidatos de oposição à atual gestão da Prefeitura de Vitória e representantes municipais dos partidos PP, Rede e PSDB formaram uma aliança eleitoral, ou pré-eleitoral, para debater problemas da Capital e construir um projeto em conjunto para as eleições municipais deste ano.

A Aliança Cívica por Vitória reúne Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB), Roberto Martins (Rede) e tenta atrair o vice-prefeito e pré-candidato a prefeitura Sérgio Sá (PSB). Os dois primeiros integram o grupo que elaborou um documento com 14 pontos ou compromissos estabelecidos para com a cidade, entre as propostas um novo modelo de gestão, divulgado nesta quarta-feira (29). 

Assinam também o projeto o presidente municipal do PP e subsecretário da Casa Civil, Marcos Delmaestro, o deputado estadual e secretário-geral do PSDB Emilio Mameri, e porta-vozes da Rede de Vitória.

O efeito prático pode não ser sentido ainda, não houve definição de um nome a ser apoiado pela Aliança. As lideranças que integram o movimento não descartam a possibilidade da unificação em torno de um pré-candidato à prefeitura da Capital.

“No primeiro momento a intenção não é de unificação do pré-candidato. Estamos construindo uma aproximação do ponto de vista programático, temos em comum severas críticas à atual gestão, a necessidade de se recuperar o equilíbrio fiscal da cidade. É um projeto que está unindo pessoas independentes, então não vejo como algo que vai amarrar um partido, mas pessoas”, disse o vereador Roberto Martins (Rede).

Roberto Martins

Vereador e pré-candidato a prefeito de Vitória

"É possível que ao final do processo a gente chegue a uma unificação dessa chapa, mas não é algo posto, mas que pode amadurecer durante o debate, tanto a unificação quanto a retirada de uma ou outra candidatura"

O ex-prefeito da capital Luiz Paulo (PSDB) também faz parte da aliança. Ele está com direitos políticos suspensos devido a uma condenação do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) por usar um funcionário da prefeitura como caseiro. Luiz Paulo recorre no Supremo Tribunal Justiça (STJ) para tentar reverter a decisão e lançar sua candidatura a prefeito de Vitória pelo PSDB.

“Nós entendemos que é preciso abrir o debate, refletir sobre a cidade, os desafios, sobre o momento de pandemia. Estamos contribuindo para um debate qualificado na cidade, em torno de diversas visões de mundo. É uma pontapé inicial, que pode se converter em um projeto eleitoral."

Marcos Delmaestro, do PP, refuta a ideia de um projeto eleitoral em torno de um nome e diz que o grupo está aberto a outros pré-candidatos, inclusive Sérgio Sá (PSB).

“O foco não é pré-candidatura. Pode ter três, quatro pré-candidatos de diferentes partidos, não tem problema. Queremos debater projetos para a cidade, estamos abertos para quem quiser entrar. Vou apresentar o projeto a ele [Sérgio Sá], se tiver interesse, poderá participar”, afirmou. 

NOVO MODELO DE GESTÃO

Entre as propostas do documento apresentado pela Aliança Cívica por Vitória, está a construção de uma nova gestão, "moderna, responsável e criativa", de acordo com o texto. 

"Adotar um modelo de gestão e governança democrática e eficiente com participação ativa da Câmara de Vereadores e lideranças da cidade. Com tolerância zero para o clientelismo e cooptação, que serão substituídos por pactuação política qualificada em torno do interesse público",  diz um dos pontos do documento. 

DEPUTADO ESTADUAL TAMBÉM É PRÉ-CANDIDATO À PREFEITURA DE VITÓRIA

O deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania) também é pré-candidato à Prefeitura de Vitória, com o apoio do prefeito Luciano Rezende, do mesmo partido. Por meio de sua assessoria de imprensa, ele informou que prefere não comentar, por enquanto, a formação da aliança.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.