ASSINE

Vigilante é preso por assaltar e ameaçar funcionários de loja de celulares em Cariacica

Antes de fugir do local, Gessimar Soares Cardoso, 48 anos,  disse que voltaria para matar as vítimas caso a polícia ou outras pessoas fossem acionadas

Publicado em 28/07/2021 às 09h49
Vigilante que confessou roubo foi levado para a Delegacia Regional de Cariacica
Vigilante que confessou roubo foi levado para a Delegacia Regional de Cariacica. Crédito: Reprodução/TV Gazeta
  • Do G1 ES

Um vigilante de 48 anos foi preso após invadir uma loja e ameaçar os funcionários para roubar celulares. O crime aconteceu na Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande, Cariacica, nesta terça-feira (27).

Funcionários da loja relataram que o vigilante Gessimar Soares Cardoso chegou ao estabelecimento usando uma arma e ordenou que os celulares e alguns relógios fossem colocados em sua mochila.

Ainda de acordo com os funcionários, antes de fugir do local, o vigilante fez ameaças, dizendo que voltaria para matá-los caso a polícia ou outras pessoas fossem acionadas.

No entanto, a saída do homem da loja despertou a desconfiança de pessoas que passavam pelo local e que decidiram checar com os funcionários o que havia acontecido.

Agentes da Guarda Municipal de Cariacica que passavam pelo local em uma viatura foram avisados e iniciaram buscas na região. A Polícia Militar também foi acionada e auxiliou nas buscas.

O homem foi encontrado pelos guardas e confessou o crime. A arma que estava com ele era falsa. O preso foi levado para a Delegacia Regional de Cariacica, onde foi autuado por roubo.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.