ASSINE

Vídeo: suspeito de liderar quadrilha que invadia prédios de luxo é preso

Maurício foi preso no último dia 9, em São Paulo; ele é o responsável por ferir uma grávida com chave de fenda durante um assalto que aconteceu em março, na Enseada do Suá, em Vitória

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 16/04/2021 às 21h13
Maurício Gomes Oliveira, de 22 anos, é apontado como líder de uma quadrilha especializada de invadir condomínios de luxo na Grande Vitória
Maurício Gomes Oliveira, de 22 anos, é apontado como líder de uma quadrilha especializada de invadir condomínios de luxo na Grande Vitória. Crédito: Reprodução

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil mostra o momento da prisão do suspeito Maurício Gomes Oliveira, de 22 anos, apontado como líder de uma quadrilha especializada em invadir condomínios de luxo na Grande Vitória.

Maurício foi preso no último dia 9, em São Paulo. O criminoso é o responsável por ferir uma grávida com chave de fenda, durante um assalto que aconteceu em março, em Vitória. A transferência dele para o Estado capixaba foi feita pela Polícia Civil na noite da última quinta-feira (15).

A prisão foi realizada pelo Departamento Especializado de Investigações Criminais (DEIC), em operação integrada com a Polícia Civil de São Paulo.

Segundo o delegado Gabriel Monteiro, titular da Divisão Especializada de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), a quadrilha organizada é responsável por cometer crimes em todo o país.

"Eles obtém dados privilegiados das supostas vítimas. Em regra, seriam chineses, portugueses, árabes, judeus e comerciantes. São os alvos preferidos. Por isso, eles possuem sites na internet para obter os números de telefone e dados dessas pessoas", detalhou.

O chamado "crime de oportunidade" consiste nos bandidos encontrarem uma brecha para invadir os condomínios e entrarem em algum apartamento onde as vítimas não estejam em casa.

De acordo com Gianno Trindade, delegado titular da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP), esse tipo de crime acontece desde 2017 no Estado. O planejamento dos criminosos consiste em entrar no local diante da falha de segurança do condomínio.

"É de maneira sem causar barulho ou chamar atenção. O objetivo é arrombar com a chave de fenda e roubar joias e dinheiro. São especialistas. Vão embora sem levantar suspeitas", detalhou o delegado.

ASSALTO NO EDIFÍCIO VICTORIA BAY

O assalto em que a grávida foi atacada com uma chave de fenda aconteceu no dia 11 de março deste ano, no próprio apartamento da vítima, na Enseada do Suá, em Vitória. Na ocasião, Maurício Gomes Oliveira entrou disfarçado de morador no condomínio e arrombou a porta do apartamento, que fica no 25º andar.

Após as agressões, ele deixou a mulher e a mãe dela amarradas no local e fugiu levando pertences da família. "Eu estava deitada na cama, quando abriram a porta do meu quarto e vi um rapaz jovem, bem vestido. Comecei a gritar. Ele subiu na minha cama e começou a atacar. Falei que estava grávida e ele parou. Disse que ia fazer o que tinha que fazer e ir embora", lembrou.

Conforme informou a Polícia Militar, a vítima entregou R$ 3 mil em espécie, dois celulares e joias. Na fuga, o homem ainda quebrou o interfone. "O tempo todo ele ficava conversando com outra pessoa no fone do celular, dando orientações para essa pessoa entrar no meu apartamento", contou a grávida.

Grávida é agredida com chave de fenda dentro de apartamento em Vitória
Grávida foi agredida com chave de fenda dentro de apartamento em Vitória. Crédito: Fernando Madeira
Assalto Espírito Santo Polícia Civil Vitória (ES) São Paulo (SP) crime espírito santo Enseada do Suá Condomínio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.