ASSINE

Suspeitos são presos por roubo de 31 celulares em loja de Guarapari

Os dois homens foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari. Uma adolescente, que também participou da ação, foi apreendida e lavada a unidade socioeducativa

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 04/10/2021 às 21h59
Guarapari
Parte dos celulares furtados foi encontrada pela polícia. Crédito: Divulgação | Polícia Civil

Dois homens foram presos em flagrante e uma adolescente apreendida nesta sexta-feira (1º) suspeitos de um roubo de celulares ocorrido na última quarta-feira (29) em um estabelecimento comercial do Centro de Guarapari. Os dois maiores foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória do município e a menor, a uma unidade socioeducativa na Grande Vitória.

Por meio da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari, a Polícia Civil informou que foram roubados 31 aparelhos celulares, avaliados em R$ 27 mil no total. Destes, 24 telefones foram recuperados. Os investigados foram encontrados nos bairros Muquiçaba e Lagoa Funda, no mesmo município, e todos confessaram participação no crime.

Segundo o delegado titular do Deic de Guarapari, Guilherme Eugênio, com os dados fotográficos que a equipe policial guarda junto às imagens da câmera de segurança, foi possível identificar um dos suspeitos, um homem de 45 anos. "Ele tinha antecedentes criminais com roubo e era suspeito de outros dois roubos de celulares em estabelecimentos comerciais em Piúma e Sooretama neste ano. A partir dele, chegamos a um suposto adquirente dos telefones, porém concluímos que este outro, de 33 anos, era, na verdade, o motorista do carro usado no crime e talvez até o idealizador", explicou.

Guilherme Eugênio

Delegado de Polícia Civil

"Com a localização desse suposto receptador, na posse de cinco aparelhos e mochila usada no roubo, chegamos à residência em que os autores estavam se abrigando há duas semanas, na companhia de outra adolescente da Bahia. Nessa segunda casa, foram encontrados 17 dos 31 aparelhos roubados, bem como roupas e peças usadas no crime, e foi possível identificar ainda um verdadeiro receptador de outros dois aparelhos, um criminoso de 26 anos ainda não localizado"

SOBRE O CRIME

O delegado explicou que, antes do crime, o motorista do veículo usado na ação passou três vezes em frente à loja. Depois disso, ele parou distante do estabelecimento para não levantar suspeitas. "O homem de 45 anos e a adolescente desembarcaram 150 metros antes do estabelecimento e foram a pé ao local. Ingressaram no estabelecimento e a adolescente passou a distrair a vendedora responsável pela entrega dos celulares. Já o homem percorreu todos os corredores em busca de eventuais riscos que pudessem obstaculizar o sucesso da ação", iniciou Guilherme Eugênio.

Após constatar que não havia seguranças ou clientes que pudessem reagir, o suspeito foi ao balcão, rendeu a vendedora e os dois passaram a retirar os 31 celulares. Ao final, a adolescente saiu levando a mochila e o homem de 45 anos encontrou com ela na rua de trás, junto ao motorista que os aguardava a poucos metros do local.

"Ainda no veículo, eles partilharam os celulares. Ao que tudo indica, o motorista ficou com nove aparelhos e teve sucesso na venda de quatro. Os dois que entraram na loja ficaram com os demais. Temos sete celulares não localizados que esperamos que venham a ser entregues espontaneamente por quem os adquiriu. Lembrando que a apresentação espontânea afasta a possibilidade de prisão em flagrante por receptação", finalizou.

Os dois homens de 45 e 33 anos, que atuaram diretamente no dia do crime, foram indiciados por roubo majorado pelo fato de haver mais de uma pessoa envolvida, além de responderem por corrupção de menores, já que envolveram uma adolescente. A menor de idade responde pelo ato infracional análogo ao de roubo majorado e o homem não capturado responde por receptação.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Guarapari crime

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.