ASSINE

Suspeitos dizem que adolescente foi morto por dívida de droga em Santa Teresa

O corpo de João Paulo Grameliche Silva, de 15 anos, foi encontrado em uma cova rasa, em região de mata, com perfurações de esfaqueamento

Tempo de leitura: 3min
Linhares
Publicado em 06/05/2022 às 12h32
João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, desapareceu na última sexta-feira (29) e foi achado morto nesta quinta-feira (5), em Santa Teresa
João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, desapareceu na última sexta-feira (29) e foi achado morto nesta quinta-feira (5), em Santa Teresa. Crédito: Acervo da família

Suspeitos do assassinato do adolescente João Paulo Grameliche da Silva, de 15 anos, relataram para a polícia que o crime foi motivado por dívida de droga. O jovem havia desaparecido na última sexta-feira (29) e teve o corpo encontrado na última quinta (5), em uma cova rasa, com perfurações de esfaqueamento pelo corpo. O caso aconteceu na zona rural de Santa Teresa, na Região Serrana do Espírito Santo.

Segundo major Cabral, da Polícia Militar, alguns dos envolvidos disseram que João Paulo participava do tráfico de drogas e teria subtraído uma certa quantidade de entorpecente para consumo próprio e não teria pago.

“Envolvidos nos disseram que ele teria subtraído drogas para consumo próprio e não pagou. Por isso, eles queriam dar um corretivo nele e levaram ele para a mata. Mas além do espancamento, acabaram por matá-lo. Inicialmente, disseram que era apenas para espancar, mas, chegando lá, o indivíduo que seria responsável pelo tráfico ali, decidiu esfaqueá-lo e por fim à vida dele”, disse em entrevista ao repórter Alessandro Bacheti, da TV Gazeta Noroeste.

O major falou que a PM também recebeu informações que dão conta de que o adolescente frequentava o local onde havia o tráfico.

Em apuração da repórter Daniela Carla, da TV Gazeta, a família não tinha conhecimento sobre um possível envolvimento de João Paulo com o tráfico. 

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita, de 18 anos, e os suspeitos, de 20 e 22 anos, foram conduzidos à 12ª Delegacia Regional de Santa Teresa, e autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e ocultação de cadáver. Os crimes estavam em situação flagrancial.

A jovem foi encaminhada ao Centro Prisional Feminino de Colatina, enquanto que os demais estão no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina.

A adolescente de 15 anos irá para o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) de Cariacica. O rapaz de 16 anos vai para o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) de Cachoeiro de Itapemirim. Eles vão responder por ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e ocultação de cadáver. Veja a nota na íntegra. 

A Polícia Civil informa que a suspeita, de 18 anos, e os suspeitos, de 20 e 22 anos, conduzidos à 12ª Delegacia Regional de Santa Teresa, foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e ocultação de cadáver, visto serem os crimes que estavam em situação flagrancial. Os três foram encaminhados para o sistema prisional. A adolescente de 15 anos e o adolescente de 16 anos responderão por ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e ocultação de cadáver.

Eles foram apresentados ao Ministério Público, que decidirá se os adolescentes ficarão ou não internados. Em depoimento, os suspeitos asseguraram que a motivação do crime foi por dívida de droga. O corpo do adolescente foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. O homicídio segue sob investigação da Delegacia de Polícia de Santa Teresa.

Com informações de Alessandro Bacheti, da TV Gazeta Noroeste, e de Daniela Carla, da TV Gazeta

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.